Frente Parlamentar do Mato do Júlio será instalada nesta quinta - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Casa dos Baptista no Mato do Júlio - Foto: Divulgação

Frente Parlamentar do Mato do Júlio será instalada nesta quinta

Aprovada na Câmara de Vereadores, a Frente quer debater a preservação ambiental da área e da Casa dos Baptista

Cachoeirinha – A instalação da Frente Parlamentar de Ações de Desenvolvimento Econômico e Social e de Preservação do Mato do Júlio e da Casa dos Baptista acontecerá nesta quinta-feira, às 17h30min, na Sala das Comissões na Câmara de Vereadores.

A Frente foi aprovada na última Sessão da Câmara em uma votação apertada de 8 a 7 e nasceu depois que a Prefeitura divulgou que está próxima de fechar um acordo histórico com os herdeiros. Vereadores oposicionistas ao Governo Miki querem fazer pressão para que boa parte da área permaneça intocável.

O autor da proposta de criação da Frente, vereador Marco Barbosa, destacou na última terça, durante a Sessão do Legislativo, que a área de 256 hectares tem ainda resquícios da Mata Atlântica e que são necessários estudos ambientais antes de ser definida qualquer destinação para ela.

Os vereadores também querem saber detalhes da negociação encaminhada pela Prefeitura com os herdeiros. Segundo o secretário Élvis Valcarenghi já disse ao oreporter.net, os proprietários da área já elaboraram um estudo que foi sendo desenvolvido a partir de uma série de reuniões nos últimos meses.

Estudo prevê edifícios na parte frontal do Mato do Júlio – Foto: Reprodução

O projeto está agora passando pela análise técnica em diferentes secretarias. Um dos principais pontos é a viabilidade ambiental para que o Mato Júlio se transforme em um loteamento de alto padrão. A área precisará ter um zoneamento dentro do Plano Diretor e na proposta está a criação de pelo menos cinco ruas. Este projeto terá que passar pelo Conselho do Plano Diretor e depois ser aprovado pela Câmara de Vereadores.

Esta semana, oreporter.net teve acesso a uma parte do projeto, que na verdade é um estudo para um empreendimento prevendo edifícios com 11 andares na parte do imóvel que fica de frente para a Flores da Cunha. O restante da área seria fracionado em lotes para a construção de casas de alto padrão. A estimativa é de que o loteamento renda um faturamento projetado em R$ 1,5 bilhão.

Nesta negociação com a Prefeitura, os herdeiros fariam uma troca da dívida de impostos, estimada em R$ 23 milhões, cedendo 6,5 hectares no entorno da Casa dos Baptista para a criação de um parque, e destinariam antecipadamente uma faixa de 60 metros por 1,2 quilômetro para a criação de uma avenida ligando a Papa João XXIII ao Parque da Matriz.

LEIA MAIS

Negociação histórica está definindo o futuro do Mato do Júlio

Exclusivo: vazou projeto do Mato do Júlio. Vereadores querem barrar e debater

Compartilhe essa notícia