Regularização da Granja: comissão diz que moradores devem decidir se compram - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Assembleia foi transmitida pelo Youtube - Foto: Reprodução

Regularização da Granja: comissão diz que moradores devem decidir se compram

Prazo será prorrogado, mas Justiça ainda não decidiu se haverá ou não reajuste depois do dia 14

Cachoeirinha – A Assembleia Geral Virtual organizada pela Comissão de Moradores da Granja Esperança deixou bem claro que as famílias devem avaliar se vão poder pagar ou não o financiamento e tomar a decisão de fazer ou não a compra judicial até a próxima quarta-feira (14), quando termina o prazo judicial. Ele será prorrogado por mais 180 dias já que a Habitasul e Comissão fizeram o pedido e o Ministério Público concordou.

Publicidade

A principal dúvida de quem ainda não fez a regularização é sobre os preços das casas dentro da prorrogação. A Habitasul pediu a aplicação do mesmo índice utilizado para atualizar as prestações para atualizar os preços de quem ainda não fez a compra. A advogada da comissão, Clarice Zanini, solicitou no processo que o índice seja alterado para a Taxa Referencial (TR), que está zerado desde 2017. A Justiça ainda não decidiu.

A integrante da comissão, Graça Svierszcz, deixou bem claro que as famílias precisam se reunir e decidir se compram ou não, pois não há nenhuma garantia se a Justiça vai manter os preços como estão hoje. Outro integrante, Valci Guimarães, disse o mesmo acrescentando que as pessoas que acham que não vão conseguir pagar, não devem fazer a compra.

Conforme Valci, a comissão continuará trabalhando para encontrar uma alternativa que resolva o problema das famílias que não poderão fazer a aquisição mesmo com os preços já baixos definidos em acordo com a Habitasul.

Publicidade

Confira abaixo, na íntegra, como foi a assembleia:

A advogada Clarice Zanini disse várias vezes que a utilização do IGP-M/FGV, quando aprovada no acordo, não tinha uma variação tão alta como está hoje. É por isso que está sendo solicitada a mudança para a TR, índice usado pela Caixa Econômica Federal em contratos de financiamentos habitacionais.

No caso de a decisão da Justiça ser desfavorável ao pedido dos moradores, a advogada explicou que será feito um recurso dentro do atual processo. Independentemente disso, os moradores poderão ajuizar ações individuais contratando o escritório da advogada para buscar uma revisão dos contratos.

Nesta terça, os corretores nomeados pela Justiça vão trabalhar até as 19 horas sem fechar o meio-dia. Quem deixar para o último dia precisa ficar atento e negociar o mais cedo possível porque assinaturas precisam ser reconhecidas no Tabelionato e ele fecha às 17 horas.

Como ficariam os preços com a atualização pelo IGP-M/FGV

  • Casa de 1 dormitório – Sobe de R$ 46.700,00 para R$ 60.217,19
  • Casa de 2 dormitórios – Sobe de R$ 55.600,00 para R$ 71.693,27
  • Casa de 3 dormitórios – Sobe de R$ 61.200,00 para R$ 78.914,17

Os corretores e a advogada dos moradores continuam atendendo pelo whatsapp. É possível fazer com os corretores a simulação do pagamento, esclarecer dúvidas e enviar os documentos necessários. Já a advogada também está disponível para dar orientações, tirar dúvidas e fazer a revisão contratos de clientes.

Confira abaixo os números dos whatsapps da advogada dos moradores e dos corretores. Basta clica sobre eles para abrir o App.

Os preços válidos para a regularização até 14 de abril

1 dormitório

  • Entrada de R$ 4.670,00 parcelada em 12 vezes de R$ 389,17
  • Valor a ser financiado: R$ 42.030,00
  • Total: R$ 46.700,00
  • Prazo (até) 15 anos
  • Juros ao ano: 6%
  • Valor para a compra à vista: R$ 42.000,00

2 dormitórios

  • Entrada de R$ 5.560,00 parcelada em 12 vezes de R$ 463,33
  • Valor a ser financiado: R$ 50.040,00
  • Total: R$ 55.600,00
  • Prazo (até) 15 anos
  • Juros ao ano: 6%
  • Valor para a compra à vista: R$ 50.000,00

3 dormitórios

  • Entrada de R$ 6.120,00 parcelada em 12 vezes de R$ 510,00
  • Valor a ser financiado: R$ 55.080,00
  • Total: R$ 61.200,00
  • Prazo (até) 15 anos
  • Juros ao ano: 6%
  • Valor para a compra à vista: R$ 55.000,00

LEIA MAIS

Imobiliárias estendem o prazo para a regularização da Granja

Com o prazo acabando, regularização da Granja tem grande procura

Saiba como foi a última assembleia geral virtual

Habitasul mantém posição sobre o reajuste

Publicidade
Compartilhe essa notícia
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.