Com o prazo acabando, regularização da Granja tem alta procura - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Quarta-feira é o último dia para a compra - Foto: Roque Lopes/arquivo

Com o prazo acabando, regularização da Granja tem alta procura

Somente nos primeiros oito dias de abril foram assinados 60 contratos e imobiliárias estão atendendo ao meio-dia e farão plantão no final de semana pelo whatsapp

Cachoeirinha – O prazo para a regularização dos imóveis na Granja Esperança termina na próxima quarta-feira (14) e diante da incerteza do que a Justiça vai decidir sobre a atualização dos preços das casas, muitos moradores resolveram não correr o risco de pagar mais para fazer a compra judicial. Nos primeiros oito dias de abril, 60 contratos foram assinados conforme um dos corretores nomeados pela Justiça, Daniel Bisotto, da Bisotto Imóveis.

Publicidade

O número representa 15% do total de 400 regularizações realizadas desde o início das negociações com a Comissão de Moradores. O prazo deverá ser prorrogado por mais 180 dias, mas a Habitasul solicitou a correção dos valores aplicando o mesmo índice utilizado para corrigir as prestações de quem já fez a regularização, o IGP-M/FGV.

Já a Comissão de Moradores quer a troca do índice pela Taxa Referencial (TR), que está zerada desde 2017. Uma assembleia geral virtual foi marcada para a próxima segunda-feira (12), às 20 horas, para ser passada aos moradores uma orientação sobre o que devem fazer. A expectativa da Comissão é de que até lá a Justiça defina uma data para uma audiência para ser negociado o índice de reajuste. O pedido formulado no processo contempla também a revisão dos contratos já assinados, implicando em um recálculo das prestações e saldo devedor.

A Habitasul já se manifestou no processo sustentando que a utilização do IGP-M/FGV foi aprovada em acordo e que a atualização nos preços iguala as condições com quem já fez a compra. Já a Comissão de Moradores argumenta que ninguém esperava uma variação tão alta no indicador, bem acima da correção dos salários no período. Além disso, acrescenta que a TR é o índice mais comum utilizado em contratos habitacionais, especialmente os da Caixa Econômica Federal.

Publicidade

Quem deixar para fazer a regularização depois do dia 14 corre o risco de pagar até R$ 17,7 mil a mais, no caso de um imóvel com três dormitórios, que passaria de R$ 61.200,00 para R$ 78.914,17. O outro corretor nomeado pela Justiça, Gustavo Freitas, da Freitas Gestão Imobiliária, explica que fazer a compra dentro das condições atuais é a melhor escolha no momento. Os preços, destaca, não vão baixar depois do dia 14. O que pode acontecer, dependendo da decisão judicial, é o contrário, ou seja, podem aumentar.

Imobiliárias terão plantão no final de semana

As duas imobiliárias estão em regime de plantão ao meio-dia e anunciaram que no final de semana também irão atender os moradores com as negociações sendo feitas pelo whatsapp, já que não podem abrir. Os corretores alertam que quem deixar para fazer a negociação no último dia poderá não conseguir fechar o contrato tendo em vista que alguns procedimentos burocráticos precisam ser cumpridos até que as assinaturas possam ser reconhecidas no Tabelionato.

Como ficariam os preços com a atualização pelo IGP-M/FGV

  • Casa de 1 dormitório – Sobe de R$ 46.700,00 para R$ 60.217,19
  • Casa de 2 dormitórios – Sobe de R$ 55.600,00 para R$ 71.693,27
  • Casa de 3 dormitórios – Sobe de R$ 61.200,00 para R$ 78.914,17

Os corretores e a advogada dos moradores continuam atendendo pelo whatsapp. É possível fazer com os corretores a simulação do pagamento, esclarecer dúvidas e enviar os documentos necessários. Eles estão disponíveis também ao meio-dia em esquema de plantão. Já a advogada também está disponível para dar orientações e tirar dúvidas.

Confira abaixo os números dos whatsapps da advogada dos moradores e dos corretores. Basta clica sobre eles para abrir o App.

Os preços válidos para a regularização até 14 de abril

1 dormitório

  • Entrada de R$ 4.670,00 parcelada em 12 vezes de R$ 389,17
  • Valor a ser financiado: R$ 42.030,00
  • Total: R$ 46.700,00
  • Prazo (até) 15 anos
  • Juros ao ano: 6%
  • Valor para a compra à vista: R$ 42.000,00

2 dormitórios

  • Entrada de R$ 5.560,00 parcelada em 12 vezes de R$ 463,33
  • Valor a ser financiado: R$ 50.040,00
  • Total: R$ 55.600,00
  • Prazo (até) 15 anos
  • Juros ao ano: 6%
  • Valor para a compra à vista: R$ 50.000,00

3 dormitórios

  • Entrada de R$ 6.120,00 parcelada em 12 vezes de R$ 510,00
  • Valor a ser financiado: R$ 55.080,00
  • Total: R$ 61.200,00
  • Prazo (até) 15 anos
  • Juros ao ano: 6%
  • Valor para a compra à vista: R$ 55.000,00

LEIA MAIS

Saiba como foi a última assembleia geral virtual

Habitasul mantém posição sobre o reajuste

Publicidade
Compartilhe essa notícia
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.