Gravataí sediou o Encontro Regional do Conselho Estadual de Cultura - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Em debate a Cultura - Foto:PMG/Divulgação

Gravataí sediou o Encontro Regional do Conselho Estadual de Cultura

A atividade ocorreu na última quarta-feira, na cidade e reuniu 130 participantes

Gravataí – Durante toda a última quarta-feira (20), Gravataí respirou cultura. Através do Encontro Regional do Conselho Estadual de Cultura (CEC), a cidade pode dialogar e capacitar os cerca de 130 presentes. Ao todo, além de Gravataí, mais onze cidades foram representadas por agentes culturais e entidades: Arroio dos Ratos, Cachoeirinha, Campo Bom, Canoas, Esteio, Porto Alegre, Santo Antônio da Patrulha, Tramandaí, Triunfo, Veranópolis e Viamão. O evento foi realizado pela Prefeitura de Gravataí, através da Secretaria Municipal da Cultura, Esporte e Lazer, CEC, Conselho Municipal de Política Cultural de Gravataí e contou com o apoio do Sindilojas.

Com uma programação recheada de atrações, logo após a abertura oficial, que contou com a presença do Prefeito Marco Alba, o Coral da Escola Estadual de Ensino Médio Carlos Bina emocionou os presentes. Ao todo, quatro músicas foram apresentadas ao público: Filhote do Filhote, de Rubinho do Vale; Felicidade, de Marcelo Jeneci; Imagine, de John Lenon e Desconecta, de Daniel Salles. O destaque ficou pelo conteúdo das letras, que traziam mensagens importantes para a sociedade.

Logo após, realizou-se a reunião ordinária do Conselho Estadual de Cultura. Na oportunidade, os conselheiros presentes puderem se apresentar, falar sobre os segmentos nos quais trabalham e, também, dialogar diretamente com o público, sobre as necessidades e melhorias que a cultura carece em todo o estado do Rio Grande do Sul.

Ainda no período da tarde, duas Oficinas de Capacitação agitaram as salas do Sindilojas. Ministrada por Marco Aurélio Alves, presidente do Conselho Estadual de Cultura, a Oficina “Estruturação da Gestão Pública para a Cultura”, abordou diversos aspectos da Gestão Cultural. “A Gestão Pública precisa identificar suas demandas por meio de diagnósticos. Os dirigentes municipais precisam investir cada vez mais nas potencialidades do Município. No caso deste encontro, por exemplo, o Conselho Estadual está aqui à serviço da comunidade cultural”, afirmou Marco.

A outra oficina, comandada por Airton Cruz, jornalista e escritor, falou sobre a “Comunicação para a Cultura”, relatando aspectos importantes em relação a parte de mídia, nas propostas culturais e seus investidores. “A Comunicação deve ser um dos itens mais importantes de uma iniciativa cultural. O patrocinador que irá apoiar precisa ver um retorno claro. Eu, por exemplo, tenho uma parceria com o Grupo Zaffari há 20 anos. Quando cheguei para apresentar meu sonho de viajar e escrever livro sobre a viagem, eu mostrei um projeto concreto, onde fica muito mais fácil de tornar-se realidade”, disse Airton.

Já ao final da tarde, aconteceu o lançamento do livro “Conselho Estadual de Cultura: 50 anos – Palco daNossa História”. O público presente foi contemplado, de forma gratuita, com um exemplar do livro. Os conselheiros também tiveram a oportunidade de autografar as obras .

E a última atração do Encontro ficou por conta da Oficina “Elaboração de Projetos Culturais”, ministrada por Marco Aurélio Alves, que trouxe diversos aspectos relevantes para a elaboração de um ótimo Projeto Cultural. ” As Leis de Incentivo, em todas suas esferas, buscam projetos concretos, bem pensados e elaborados. A criação de uma equipe de trabalho, nas mais diversificadas partes do projeto, torna-se essencial para um trabalho de qualidade. Além disso, é fundamental a busca por parcerias como forma de facilitar a implementação da ideia”, comentou.

No encerramento das atividades, Fernanda Fraga, secretária da Cultura, Esporte e Lazer, agradeceu a todo o público envolvido na atividade. “Foi um grande orgulho vermos tantas pessoas aqui, hoje, compartilhando um dia inteiro de muita arte e cultura. Tenho certeza que todos saíram do evento com uma grande bagagem, prontos para evoluírem ainda mais em suas áreas. Mais uma vez, muito obrigada ao Conselho Estadual de Cultura, por ter escolhido nossa cidade, e ter feito Gravataí respirar ainda mais cultura”, frisou.

Todas as atividades foram realizadas na sede do Sindilojas, apoiador do evento.

Compartilhe essa notícia