Cursos profissionalizantes serão ofertadas a usuárias da Casa Lilás - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
A parceria trará benefícios para usuárias do local - Foto: Divulgação/PMG

Cursos profissionalizantes serão ofertadas a usuárias da Casa Lilás

Objetivo é aprimorar os atendimentos prestados pela Casa Lilás e fornecer cursos profissionalizantes para as usuárias do local

Publicidade

Gravataí – Buscando aprimorar os serviços prestados no atendimento às mulheres vítimas de violência doméstica, a chefe de gabinete Mari Léia Bastiani e a coordenadora da Casa Lilás, Analu Sônego, promoveram uma reunião, na última sexta-feira (23), com a juíza da 2ª Vara Criminal, Dra. Luciana Barcellos Tegiacchi. No encontro foram debatidas formas de viabilizar a oferta de cursos profissionalizantes visando à capacitação profissional de mulheres vítimas de violência doméstica.  

Publicidade

De acordo com Mari Léia, os cursos profissionalizantes disponibilizados pelo Poder Judiciário do Rio Grande do Sul, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac),  são importantes aliados no combate à violência doméstica. “Por meio destes serviços podemos viabilizar a possibilidade de mulheres terem emprego próprio, garantindo, assim, o seu sustento e autonomia, auxiliando no rompimento dos ciclos de violência.”

Publicidade

A Casa Lilás, mantida pela Secretaria Municipal de Governança e Comunicação (Sgcom), orienta mulheres, vítimas de violência doméstica, por meio do serviço, chamado de “acolhimento de mulheres”. No local, é realizada a escuta qualificada para as usuárias que estão em situação de vulnerabilidade. De acordo com a coordenadora da Casa Lilás, Analu Sônego, e a advogada da Casa Lilás e do gabinete do prefeito, Thais da Silva Marcelino, o espaço, além do apoio psicológico e jurídico, trabalha a autoestima, oferece orientações e, agora, também, buscará prestar a qualificação profissional das usuárias do local.

error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.