Conselho Municipal da Criança e do Adolescente participa de pesquisa do Amencar - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
O evento ocorreu nesta terça - Foto: PMG/Divulgação

Conselho Municipal da Criança e do Adolescente participa de pesquisa do Amencar

O Conselho Municipal da Criança e do Adolescente – CMDCA respondeu, na tarde desta terça-feira (17), a uma pesquisa aplicada pela Associação de Apoio à Criança e ao Adolescente – Amencar. Mantido pela Prefeitura de Gravataí, por meio da Secretaria de Governança e Comunicação Social – SGCOM, o CMDCA é considerado uma referência no atendimento ao público infanto-juvenil do Rio Grande do Sul.

A “Pesquisa, assessoramento e capacitação em vista do fortalecimento de Conselhos Municipais de Direitos da Criança e do Adolescente e Conselhos Tutelares no Rio Grande do Sul” busca estabelecer um panorama geral sobre as diferentes ações de assistência às meninas e aos meninos gaúchos.

Publicidade

Entre os principais tópicos abordados na ocasião, destacam-se a promoção de políticas públicas, o papel das entidades apoiadoras e das demais secretarias de governo e de que maneira o CMDCA interage com a sociedade civil e suas deficiências. “Gravataí foi uma das cidades escolhidas a prestar este esclarecimento”, afirma a presidente do CMDCA, Patrícia Dias. “Com certeza esta pesquisa vai fortalecer, ainda mais, a nossa rede de atendimento”, conclui.

Além do município de Gravataí, a Amencar aplicará a pesquisa em todas as demais cidades gaúchas, assegurando a qualidade dos serviços e os direitos da criança e do adolescente. Depois de coletadas, as informações ajudarão a construir um diagnóstico por cada Região Funcional, abordando o funcionamento dos Conselhos Municipais, Tutelares e Fundos.

X Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente

Publicidade

A X Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente está marcada para o dia 11 de setembro. Com o tema “proteção integral, diversidade e enfrentamento das violências”, o encontro promoverá debates junto à sociedade civil e aos demais órgãos deliberativos responsáveis por assegurar os direitos do público infanto-juvenil. A programação oficial e o local da conferência serão divulgados nas próximas semanas.

Publicidade
Compartilhe essa notícia
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.