“Um trabalho medíocre”, desabafa diretor do Cruzeiro - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
"Incompetência, incompetência, incompetência", repetiu Dirceu em entrevista - Foto: Roque Lopes/oreporter.net

“Um trabalho medíocre”, desabafa diretor do Cruzeiro

O diretor de futebol do Cruzeiro, Dirceu de Castro, fez uma avaliação do trabalho, teceu duras críticas à comissão técnica e assumiu a responsabilidade pelo fracasso

O Cruzeiro apresentou um futebol medíocre e boa parte dos jogadores parecia estar se arrastando em campo. A avaliação é do diretor de futebol do Estrelado, Dirceu de Castro. No final da partida deste sábado na Area em Cachoeirinha, com derrota para um time misto do Inter/SM, ele falou com oreporter.net e assumiu a responsabilidade pelo fracasso, mas por não ter demitido a comissão técnica já na terceira rodada da Divisão de Acesso.

Dirceu lamentou por ter dado autonomia para Claiton montar o grupo e trazer jogadores. “Montamos um time que não era para estar nessa situação. Demos uma estrutura de Série A e não tivemos o retorno. Foi um ano muito ruim, péssimo, foi o pior ano que eu já vi o Cruzeiro fazer em futebol”, disse.

O dirigente do Cruzeiro assumiu a responsabilidade: “A culpa é da direção por deixar uma comissão técnica ineficiente a ficar fazendo futebol. Era para na terceira rodada ter mandado embora. Nós aceitamos uma situação que no Cruzeiro não é normal. Nós é que ditamos as regras aqui e desta vez acabamos deixando por confiar. Incompetência total. Uma vergonha.”

Segundo semestre

Claiton foi demitido e o grupo de jogadores será dispensado. Para o segundo semestre, Dirceu projeta a valorização da base para montar um grupo que possa colocar o Cruzeiro na Série A novamente em dois ou três anos.

Confira no áudio tudo o que disse Dirceu:

Entrevista concedida após a derrota para o Inter/SM
Compartilhe essa notícia