Viemsa realiza reunião para definir plano de ação em casos de suspeitas de Coronavírus - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Planejando um plano de contingência contra o Coronavírus - Foto: Gustavo Bica/Divulgação

Viemsa realiza reunião para definir plano de ação em casos de suspeitas de Coronavírus

O encontro foi realizado na sede da Vigilância Municipal em Saúde

Gravataí – A Prefeitura de Gravataí por meio da Vigilância Municipal em Saúde (Viemsa) da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) está em alerta para possíveis casos de suspeitas de Coronavírus. Devido a isso, foi realizada na manhã desta terça-feira (11), uma reunião para a elaboração de um Plano de Ação e Contingência.

O encontro serviu para definir a conduta que será adotada pela equipe da SMS em casos suspeitos em unidades de saúde do município, ou seja, nos quais pacientes apresentam sintomas da doença. “A ideia é discutir junto às coordenações este tema, para construirmos um plano de ação que padronize o atendimento, a condução e o monitoramento de casos suspeitos”, explicou a coordenadora do Viemsa, Patricia Silva.

Além disso, outros pontos foram debatidos, como a organização de um fluxograma de informações, definições à cerca do transporte que será utilizado para deslocamento dos pacientes com a suspeita e a escolha dos equipamentos de proteção individual (EPI’s) que deverão ser usados pelas equipes médicas.

As ações que estão sendo definidas pelo município seguem como base os manuais de protocolo publicado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e Organização Mundial da Saúde (OMS).

Atendimento

Para a população, em caso de suspeita da doença é indicado que procure a Unidade de Saúde mais próxima para a realização do atendimento. Se for confirmada a suspeita, o paciente será conduzido até Unidade de Saúde de referência para realização de exames.

Presenças na reunião

Estiveram presentes na reunião, a coordenadora da Viemsa, Patricia Silva, a coordenadora do Samu Gravataí, Vanessa Prates, a coordenadora da Atenção Básica, Joice Cunha, a diretora do departamento de regulação, Simone Stochero e representantes do Hospital Dom João Becker.

Compartilhe essa notícia
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.