Servidor da Justiça do Trabalho é preso em Gravataí por tráfico de drogas - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Drogas e dinheiro foram apreendido com ele - Foto: Polícia Civil/Divulgação

Servidor da Justiça do Trabalho é preso em Gravataí por tráfico de drogas

Com ele, a Polícia Civil apreendeu drogas, um carro, dinheiro, celular e materiais relativos a festas Rave

Publicidade

Gravataí – A Polícia Civil, na noite desta sexta-feira (11), desencadeou ação de combate ao tráfico de drogas em Gravataí. Na última semana, foi autorizado Mandado de Busca e apreensão na residência de um suspeito, sendo a ordem judicial cumprida no início da noite desta sexta, tendo em vista o recebimento de informações de que uma Festa Clandestina, onde seriam comercializadas drogas ilegais, se realizaria neste final de semana.

Segundo o Delegado Alencar Carraro, após o recebimento de várias informações via disque denúncia, informando que jovens de classe média alta estariam promovendo festas Rave na Região Metropolitana e comercializando drogas, apesar do período sanitário extremamente crítico em decorrência da pandemia causada pelo Covid-19, iniciaram-se as investigações.

Publicidade

No Bairro Centro em Gravataí, os agentes do DENARC, durante o cumprimento da Ordem Judicial localizaram diversos pontos de LSD, Cogumelos alucinógenos prontos para uso, porções de maconha, comprimidos de Ecstasy, de remédios controlados, sem receita médica, Cetamina, frasco de anabolizantes, anotações de quantidades diversas de drogas, da Organização das festas a serem realizadas, centenas de pulseiras utilizadas nas entradas dos eventos, R$ 2.480,00 em dinheiro e, na maioria, notas de pequeno valor, um veículo Sentra, um aparelho telefônico, dois crachás de identificação de um indivíduo, da Justiça do Trabalho.

O material apreendido estava em poder de um Servidor concursado da Justiça do Trabalho que atua em Gravataí. O suspeito, que não possui antecedentes policiais, foi conduzido ao DENARC e autuado em flagrante pela prática do crime de tráfico de drogas e, posteriormente, encaminhado ao sistema carcerário. A ação integra a estratégia da Polícia Civil de intensificar a presença do Estado em áreas conflagradas em razão do tráfico de drogas.

Publicidade

error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.