Seminário reúne a Rede de Atendimento à Mulher - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
A rede que protege as mulheres vítimas de violência - Foto: PMG/Divulgação

Seminário reúne a Rede de Atendimento à Mulher

Encontro aconteceu com o objetivo de articular o trabalho entre as entidades e órgãos que atuam na em Cachoeirinha

Cachoeirinha – A Prefeitura realizou nesta quarta-feira (7) o Seminário da Rede de Atendimento à Mulher, cujo objetivo foi o de disseminar entre os agentes que trabalham na promoção e garantia de direitos das mulheres em Cachoeirinha informações sobre o trabalho realizado em cada uma, visando à união de forças e à qualificação no atendimento, além da promoção do acesso a informações e conscientização da população sobre o tema.

O encontro também serviu para o lançamento da cartilha “Coisas que todas as mulheres precisam saber”, organizado e produzido pelos integrantes da Rede: Secretarias Municipais de Saúde; Educação; Assistência Social, Cidadania e Habitação; Segurança e Mobilidade, através da Guarda Municipal; Comitê Viva Mulher; Comdim (Conselho Municipal de Direitos da Mulher); Polícia Civil, Brigada Militar e Ministério Público do RS.

Conforme a coordenadora do Comitê Viva Mulher, Vanessa Morais, “a partir da constituição da Sala Lilás, um espaço onde as mulheres são acolhidas na Polícia Civil, identificamos a necessidade de reunir todos os que trabalham a questão da violência contra as mulheres e construir a rede. Desde março, então, estamos nos reunindo para discutir o papel de cada um e hoje estamos realizando este Seminário para disseminar estas informações junto aos colaboradores destes agentes, para que todos se conheçam melhor. Hoje é apenas um passo, mas este trabalho vai se manter”. A Sala Lilás fica na 2ª DP, na Avenida José Brambilla, 1026. 

O Seminário contou com a palestra da vice-presidente do Comdim, Gisele Vargas, que explicou sobre o mapeamento da Rede de Atendimento e a construção da cartilha “Coisas que todas as mulheres precisam saber”; a coordenadora da Sala Lilás, Elisângela Thiel Tresoldi, contou como funciona o local e os meios de denúncia; a capitã Karine Brum, coordenadora da Patrulha Maria da Penha no Estado, falou sobre o funcionamento do programa que existe na cidade desde 2014. A agente Ana Paula Santa Helena explicou sobre a atuação da Guarda Municipal e o atendimento de denúncias de violência contra a mulher.

Em seguida, o promotor de Justiça Criminal de Cachoeirinha, Marcelo Bertussi, falou sobre a importância de um olhar mais abrangente, global, sobre a questão da violência contra a mulher; seguido da palestra da Secretaria da Saúde, que contribuiu com as falas da coordenadora de Políticas em Saúde da Mulher, enfermeira Cristina Rossato, do médico do Serviço de Assistência Especializada em IST de Cachoeirinha, Vinícius Vanacor, e do enfermeiro da Vigilância Epidemiológica – Núcleo de Doenças e Agravos Não-Transmissíveis, Henrique da Silva. O final do evento contou com a palestra da Secretaria Municipal de Assistência Social, Cidadania e Habitação, com a assistente social Simone Moraes e a psicóloga Luciane Carraro.

Compartilhe essa notícia
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.