Seminário debateu o 20 de Novembro - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Os povos afrodescendentes em pauta - Foto: Kátia Freitas/PMC

Seminário debateu o 20 de Novembro

Atividade está em sua 3ª edição e tem o objetivo de tratar das demandas das questões dos povos afrodescendentes

Cachoeirinha – Aconteceu nesta quarta-feira, durante o dia todo, o Seminário 20 de Novembro, que está em sua terceira edição no município, promovido por professores da Escola Municipal de Ensino Fundamental Fidel Zanchetta. Coordenado pelas professoras Adiles Lima e Elisabete Picoli de Lucena, o seminário tem por objetivo tratar das demandas das questões dos povos afrodescendentes.

Publicidade

Na abertura do evento, a secretária municipal de Educação, Rosa Maria Lippert, destacou que ações como esta são necessárias para a promoção de um mundo melhor. “Eu acredito que a gente pode mudar o mundo através do diálogo, do debate, da troca de conhecimento. Acredito que uma sociedade mais humanizada é possível sim e conhecer a nossa história é fundamental para isso”, disse.

Já a professora Elisabete Picoli de Lucena, coordenadora do evento e orientadora educacional na escola Fidel Zanchetta, falou sobre o objetivo do seminário. “É um movimento criado pela professora Adiles Lima e por mim, em conjunto com o conselho da escola Fidel Zanchetta, para debater questões que a escola em geral não trata: preconceito, discriminação, desigualdades. É na escola que a gente sofre as primeiras ações que nos fragilizam e que fazem com que muitas crianças negras caminhem para o insucesso escolar, se evadam e se excluam. Então na busca de se humanizar estas relações sociais nocivas em relação à religiosidade, à indumentária, ao modo de ser do negro, nós criamos esse seminário”.

O Seminário que ocorreu na Câmara de Vereadores de Cachoeirinha, contou com rodas de conversa e palestras.

Publicidade
Publicidade
Compartilhe essa notícia
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.