Projeto estabelece carga horária mínima para educação física nas escolas - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Se o prefeito concordar ele pode enviar projeto para a Câmara - Foto: Cléo Pereira/Divulgação

Projeto estabelece carga horária mínima para educação física nas escolas

No dia do professor de Educação física a indicação do vereador Cristian Wasem prevê 3 horas aulas da atividade em escolas de educação básica.

Publicidade

Cachoeirinha – A Educação Física escolar é uma disciplina extremamente importante para auxiliar os alunos no desenvolvimento físico e na prevenção de problemas ocasionados pelo sedentarismo. Durante as aulas são trabalhados diversos fatores essenciais para a formação plena de um indivíduo, baseado no desenvolvimento de capacidades sociais, motoras e cognitivas.

Publicidade

Ressaltado a importância da matéria, na tarde desta quarta-feira (1), foi protocolado na Câmara de Vereadores o projeto indicativo que estabelece 3 horas de aulas por semana para alunos das escolas de educação básica da rede municipal. A iniciativa é do vereador Vereador Cristian Wasem (MDB), que junto aos representantes da Federação Internacional de Educação Física (FIEP) e do  Conselho Regional de Educação Física (CREF) entregaram a indicação ao prefeito Miki Breier. 

Publicidade

O movimento tem como objetivo promover aos alunos da educação básica a aprendizagem e a vivência de práticas de atividade física, inclusive por meio de modalidades desportivas, de forma a construir o hábito de um estilo de vida ativo e saudável, e contribuindo para um estado pleno de bem-estar físico, mental e social.

A professora de Educação Física, Hellen Vieira diz que um estudo da OMS recomenda que crianças e adolescentes devem fazer pelo menos uma média de 60 minutos por dia de atividade física ao longo da semana. “O projeto vai ao encontro a essa determinação lembrando que a falta de atividade física estão associados à obesidade, problemas cardíacos assim como a redução da capacidade cognitiva, além dos problemas  emocionais como depressão e ansiedade…, enfatizando também, o tempo ocioso que pode levar ao uso de substâncias ilegais e como consequência o aumento da violência urbana”, relata a professora.

Publicidade

“Sabemos de todos os benefícios da educação física, entretanto, estimativas globais indicam que cada vez menos adultos, crianças e adolescentes praticam. Assim sendo, resolvemos junto ao Cref e a Fiep criar o projeto pedindo ao Executivo máxima urgência na implantação da nova carga horária”, justifica o vereador Cristian.

error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.