Polícia Civil prende o Gordo Dé, um dos homens mais procurados do RS, em SC - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Ele foi preso no litoral catarinense pela Polícia Civil - Foto: Polícia Civil /Divulgação

Polícia Civil prende o Gordo Dé, um dos homens mais procurados do RS, em SC

O “gordo Dé”, 46 anos, o último grande líder das principais organizações criminosas do estado que ainda se encontrava em liberdade

A Polícia Civil, na tarde neste domingo (22), realizou uma ação no estado de Santa Catarina, culminando com a prisão de um dos homens mais procurados do estado do Rio Grande do Sul. A ação ocorreu no bairro Morrinhos, em Bombinhas/SC, onde foi preso o homem conhecido pela alcunha “gordo Dé”, 46 anos, o último grande líder das principais organizações criminosas do estado que ainda se encontrava em liberdade.

Publicidade

“Gordo Dé” possuía 11 mandados de prisões em aberto, sendo 10 mandados de prisões preventivas expedidos por acusações de homicídios, organização criminosa, tráfico de drogas, associação ao tráfico e lavagem de dinheiro, além de 1 mandado de prisão decorrente de sentença penal condenatória definitiva, impondo uma pena de 40 anos, 4 meses e 13 dias de reclusão, em virtude da acusação da prática dos crimes de tráfico de drogas, associação criminosa e roubos.

O preso conta com extenso rol de antecedentes criminais, com acusações por 18 homicídios, além de outros crimes como tráfico de drogas, associação ao tráfico, roubos de veículos (10 acusações), participação de organização criminosa, lavagem de dinheiro, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, entre outros crimes.

Ele se encontrava na condição de foragido desde 09/06/2018, quando recebeu o benefício da tornozeleira eletrônica, a qual arrancou em 39 minutos após a instalação do equipamento.

Publicidade

Após meses de investigação, os policiais verificaram que o alvo possuía diversos esconderijos no estado catarinense, sendo que um deles, em Bombinhas onde foi localizado e capturado.

A prisão foi efetuada pela da Delegacia de Capturas (DECAP), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC), sob a coordenação do Delegado Arthur Raldi.

Publicidade
Compartilhe essa notícia
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.