Operação Panaceia é deflagada na capital e na região metropolitana - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Até o momento, três pessoas foram presas - Fotos: Polícia Civil/Divulgação

Operação Panaceia é deflagada na capital e na região metropolitana

A operação tem como objetivo de combater delitos de roubo em farmácias em Porto Alegre

Nesta quarta-feira (12), a Polícia Civil deflagou a Operação Panaceia com o objetivo de combater delitos de roubo em farmácias na Capital. Foram cumpridos 12 ordens judiciais, entre mandados de prisão e busca e apreensão em Canoas, Gravataí, nos bairros Lomba do Pinheiro, Menino Deus, Medianeira, Rubem Berta em Porto Alegre e Instituto Penal de Charqueadas, tendo como principais alvos os suspeitos que realizaram um roubo a uma farmácia.

Publicidade

O crime aconteceu no último dia 30 de maio quando cinco homens, dos quais três entraram armados no estabelecimento comercial e roubaram R$ 14.000,00 reais além de bens dos funcionários e dos clientes. Destes suspeitos 03 foram presos hoje na operação sendo apreendidos produtos que foram roubados da farmácia, dinheiro e droga.

Produtos roubados das farmácias foram apreendidos

Conforme investigações, três indivíduos armados ingressaram na farmácia e renderam clientes e funcionários. Revistaram todos que estavam no estabelecimento comercial, subtraíram os pertences e após colocavam todos deitados no chão em uma sala onde funciona o escritório do gerente. Segundo o relato das vítimas, dois dos suspeitos foram roubar produtos da farmácia enquanto que um outro indivíduo ficou na sala vigiando-os. Este parecia ser o líder do grupo, era violento e constantemente ameaçava atirar, apontado a arma para a cabeça das pessoas que estavam presas naquela sala, além de xingá-las. O roubo teria durado aproximadamente 20 minutos e chamou a atenção, pelo relato das vítimas como pela análise das imagens, a organização da ação.

Desde o final do ano de 2019, em um trabalho conjunto com a Brigada Militar, a Polícia Civil vem monitorando os roubos a farmácias. Desde o início do ano, através dessa atuação conjunta, 18 indivíduos já foram identificados e presos. A atuação prevê ainda uma comunicação entre as instituições e os estabelecimentos comerciais, através de grupos de WhatsApp.

Publicidade
Publicidade
Compartilhe essa notícia
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.