Miki é novo presidente da Granpal - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
A posse ocorreu nesta sexta, na sede da Granpal - Foto: Divulgação/PMC

Miki é novo presidente da Granpal

O Prefeito de Cachoeirinha terá a missão de convergir interesses regionais em soluções coletivas

Cachoeirinha – O prefeito de Cachoeirinha, Miki Breier (PSB), assumiu nesta sexta-feira (12) a presidência da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre (Granpal). Ele sucede André Pacheco (PSDB), gestor municipal de Viamão, liderando a entidade no mandato 2019-2020. 

Ao lado de Breier, fazem parte da diretoria a prefeita Margarete Ferretti (Nova Santa Rita), como primeira vice-presidente, e o prefeito Daiçon Maciel da Silva (Santo Antônio da Patrulha), como segundo vice-presidente. O líder do Executivo de Esteio, Leonardo Pascoal, é o secretário-geral. José Luís Barbosa, especialista em Gestão Pública e Direito Administrativo, atuará como diretor-executivo.

Para Miki Breier, a Granpal vai muito além de sua função institucional de representação e defesa de interesses – liderando também a condução das macropolíticas da região, pensando e planejando de forma integrada. “Em um momento que as prefeituras têm encargos a mais e recursos a menos, ser prefeito é uma posição de risco e de coragem. Por isso, precisamos de atitude para ultrapassar as barreiras das boas intenções e transformar, de fato, a vida das pessoas”, afirmou Breier, que já foi vice-prefeito de Gravataí, deputado estadual e secretário de Estado.

A cerimônia teve a presença do secretário de Obras e Habitação do Estado, José Stédile, que avaliou a regularização fundiária e a importância da unidade da Região Metropolitana nesse processo de transição. “Temos mais de 550 mil famílias morando em lugares irregulares. Como gestores, essa responsabilidade também nos cabe”, disse. 

Sequência do trabalho
Para o prefeito de Viamão, André Pacheco, entre as maiores conquistas de sua gestão estão os editais de compra coletiva, que fazem as prefeituras economizarem recursos públicos. “Atualmente são mais de 30 editais que vigoram para compra de equipamentos, construção e quer viabilizam parcerias com os municípios. Em apenas um ano fizemos um grande trabalho de forma integrada, tendo a ajuda de todos os prefeitos”, destacou Pacheco. Com a expertise técnica da Granpal, outras associações do Estado passaram a utilizar editais coletivos produzidos pela entidade.

A Granpal congrega 14 municípios que respondem por 25% da população do Rio Grande do Sul e 1/3 do PIB gaúcho. Além da discussão de causas municipalistas, a organização auxilia na elaboração de editais de licitações coletivas, que reduzem o custo das compras públicas. (Imprensa/PMC)


Compartilhe essa notícia