Madrasta é presa em SC por torturar e agredir enteado - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí

Madrasta é presa em SC por torturar e agredir enteado

O crime ocorreu em setembro e foi denunciado por uma Conselheira Tutelar de Gravataí.

Gravataí – Uma mulher de 23 anos, foi presa na manhã desta terça-feira (26), no Balneário do Arroio do Silva, em Santa Catarina por torturar e agredir o enteado de 7 anos. O crime ocorreu em setembro, em Gravataí e na época o pai do menino estava preso.

Publicidade

Os policiais civis da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Gravataí, coordenados pela delegada Karina Heineck realizaram a prisão da madrasta após uma denúncia feita pelo Conselho Tutelar de Gravataí. Segundo a delegada DEAM Karina Heineck, a ocorrência policial foi registrada por uma Conselheira Tutelar, que, ao averiguar denúncia anônima de maus tratos do menino, deparou-se com sérios ferimentos de queimaduras nos braços, cortes, hematomas e cicatrizes espalhados pelo corpo do menino.

A madrasta estava foragida desde o início do mês de dezembro último e foi encontrada pelos policiais civis, nesta manhã na companhia do pai da criança. Ela recebeu voz de prisão e foi encaminhada à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Gravataí para os trâmites de polícia judiciária.

Publicidade
Compartilhe essa notícia
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.