Gravataí potencializa ações para a Semana do Não à Drogadição - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
A reunião ocorreu nesta terça- Foto: Ana Muller/PMG

Gravataí potencializa ações para a Semana do Não à Drogadição

Na pauta principal do último encontro, na semana passada, as equipes deram enfoque para atividades alusivas ao Dia Mundial do Não à Drogadição, que ocorrerá em 29 de junho

Publicidade

Gravataí – A Prefeitura de Gravataí, por meio do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e drogas – Caps AD, da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) oportuniza a discussão e a reflexão entre os profissionais da saúde pública municipal com representantes do Conselho Municipal Antidrogas (Comad) e da Associação dos Usuários, Familiares e amigos do Caps AD (Assuscaps) para discutir ações de promoção da saúde mental, com ênfase na prevenção ao uso de álcool e drogas. 

Publicidade

a pauta principal do último encontro, na semana passada, as equipes deram enfoque para atividades alusivas ao Dia Mundial do Não à Drogadição, que ocorrerá em 29 de junho. Além das ações constantes e descentralizadas pelo município, tanto do Caps AD quanto do Comad e da Assuscaps, a terapeuta ocupacional, Renata Zomer, que coordena os serviços em Gravataí, destacou o  trabalho das estagiárias do curso de Psicologia da Ulbra: “Por meio da disciplina de Práticas Interprofissionais de Educação em Saúde, com a professora Simone Karine Klein, as acadêmicas de Psicologia elaboraram, junto aos técnicos e especialistas do Caps AD, uma ideia de folder a ser aperfeiçoado pela equipe de Publicidade da prefeitura”, detalhou Renata. Segundo ela, o foco do material, que se integrará a outros folders e materiais, é ser distribuído nas escolas, entidades e unidades de saúde.

Publicidade

Pelo conteúdo pesquisado, a droga não é somente qualquer substância que tem a propriedade de atuar sobre o sistema nervoso, produzindo alterações no funcionamento e no comportamento, mas algo muito mais complexo, necessitando que o indivíduo e seus familiares tenham o auxílio de uma equipe multiprofissional. “Ela pode causar uma série de mudanças na forma de sentir, pensar, agir e expressar e acreditamos numa rede de apoio, onde universidade e profissionais podem atuar juntos para a qualidade de vida de todos os cidadãos”, ressaltou Luana Girardi de Oliveira, futura psicóloga, que participou do projeto de visita técnica. 

Além de Luana, Cilene Stona Ottobelli, Juliana Machado da Silva e Carol Aparecida Mallmann Karlinski estavam na ação entre a Ulbra e a prefeitura em prevenção ao uso de álcool e a outras drogas. “Tivemos uma ótima recepção na inserção de vivenciar a realidade da nossa cidade, as redes de apoio, conhecer o fluxo do serviço, os atendimentos, os tratamentos e encaminhamentos”, registraram as acadêmicas. 

Publicidade

Segundo elas, a ideia é tornar os materiais mais atrativos para o público jovem. “Ficamos muito felizes e gratas por termos nossas ideias acolhidas pela equipe da Saúde que, junto ao departamento de Comunicação Social da Prefeitura de Gravataí, está fazendo um excelente trabalho entendendo, concretizando e tornando acessíveis todos os conteúdos. Este trabalho está  servindo para sintonizar teorias e práticas educativas e de saúde e tornar tudo acessível para a comunidade.

Além de criar e produzir os materiais publicitários, a prefeitura também coordena a distribuição dos mesmos em escolas, unidades de saúde, entidades, comércio e outros estabelecimentos, além de promover palestras, formações e workshops sobre o tema.

error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.