Cadop comemora 72 anos com bolo e almoço especial para alunos - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
O aniversário teve decoração e bolo - Fotos: Rodrigo Alves/oreporter.net

Cadop comemora 72 anos com bolo e almoço especial para alunos

As comemorações de aniversário do colégio ocorreram ao longo desta sexta-feira (6)

Cachoeirinha – O mês de setembro, além de marcar a data da Independência do Brasil e da Revolução Farroupilha, também é o mês de aniversario do Colégio Agrícola Estadual Daniel de Oliveira Paiva, ou, simplesmente, Cadop, que chegou aos 72 anos de vida nesta sexta-feira (6).  Atualmente, o Cadop atende mais de 300 alunos no turno integral e é referência no ensino agrícola na região.

Para comemorar os 72 anos e as conquistas desses anos, a direção da escola, organizou uma programação especial para os alunos. Na entrada da escola, os alunos foram recepcionados com um painel onde que dizia “Cadop 72 anos” e uma exposição com quadros e desenhos feitos por eles. No amplo refeitório, foi montada uma bancada com balões, branquinhos, negrinhos e um enorme bolo que foi servidos para os alunos.

A primeira  fatia do bolo foi servida para o estudante Pedro Henrique, 17 anos, do 1º ano do Curso de Técnico Agrícola, que declarou o amor e carinho pelo Cadop. “Eu super indico que as pessoas estudem aqui  e também que venham  conhecer a escola.  Sou novo aqui, vim do Adventista e já decidi que ficarei aqui até me formar. O Cadop é uma experiência de vida que vou carregar comigo para sempre. Este colégio é tudo de bom”.

Na fila do bolo, estavam os dois estudantes do 3ª ano do Ensino Médio, Eduarda Estauber, de 17 anos, e Thiago Oliveira, de 19 anos, que compartilharam a mesma opinião do Pedro Henrique. “Educação, união, integração e liberdade são estas as palavras que define o colégio. No começo, achávamos tudo muito estranho, mas, aos poucos, as coisas mudaram e vimos que esta, mais que uma escola, é uma grande família”, declaram.

A ex-aluna e professora do Cadop, Arlete Rabelo, declarou manifestou: “O Cadop é a minha vida. Logo, vou me aposentar, mas sei que a escola nunca vai sair de mim. “São mais de 30 anos por estes corredores, estas salas de aulas, lidas com os animais e no campo. Todo mundo que já estudou, estuda, trabalha ou mesmo vem para conhecer acaba se apaixonando pelo Cadop. Aqui é um pedaço da vida na zona rural no meio da cidade”.

Professora Vera Lima com os alunos do 3º ano do ensino médio

Já para a professora Vera Lima, chegada na escola há seis anos, que se divide entre a sala de aula e a supervisão, “O Cadop é a extensão da minha família. Se soubesse que esta escola era tão boa para trabalhar teria vindo antes para cá. Tanto nós quanto os alunos temos total liberdade para dialogar, trocar idéias, e trabalhar pela construção de um mundo melhor”.

O diretor do Colégio Agrícola Daniel de Oliveira Paiva (Cadop), Fábio Bialogwka, agradeceu o empenho de todos os professores, funcionários, alunos e pais que ajudam a manter a escola viva. “Tudo isto que estamos vendo aqui, as decorações, o bolo, a nova pintura do refeitório, as benfeitorias realizadas na escola são fruto do apoio e do amor que todos nós, professores, funcionários, alunos, pais e comunidade escolar temos pelo Cadop. Ainda tem muita coisa a ser melhorada e aos poucos vamos dando jeito. E claro que um dia tão especial não poderia passar em branco e deve ser comemorado, até porque o Cadop segue vivo e merece essa pequena homenagem”, salientou. 

O diretor agradeceu o empenho de todos para a realização da festa

Ele ainda aproveitou para declarar que está gestionando ante deputados estaduais para que escola tenha duas novas turmas de 6ª e 7ª ano, de internato integral,  em 2020; a reforma do segundo andar do prédio e do Setor de Zootecnia, além da pintura da escola. 

Ao meio-dia, foi servido um almoço especial para os alunos. O cardápio foi estrogonofe, arroz, saladas e suco natural.

Compartilhe essa notícia
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.