Volnei, que foi candidato a prefeito em 2012, anuncia sua desfiliação do PT - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Volnei também havia anunciado desfiliação em 2016, mas depois desistiu - Foto: Roque Lopes/arquivo

Volnei, que foi candidato a prefeito em 2012, anuncia sua desfiliação do PT

Ex-candidato a prefeito argumenta que a decisão foi tomada em virtude de o partido não ter se renovado e inovado

Cachoeirinha – O racha interno no PT de Cachoeirinha ganhou um novo capítulo nesta terça-feira (9) depois de ter anunciado a aliança com o PCdoB tendo Vera Sarmento como pré-candidata a vice-prefeita na chapa embaçada por Jeferson Lazzarotto. O ex-candidato a prefeito nas eleições de 2012, Volnei Borba, que fez 12.613 votos, anunciou agora há pouco a sua desfiliação.

Publicidade

“Estamos encerrando um ciclo. Temos um grupo com mais de 30 anos de militância. O advogado Ivalnei Teixeira de Borba, coordenador regional do PT do Vale do Gravataí e que foi presidente do PT da cidade, está saindo junto. Também estão saindo candidatos que concorreram a vereador e presidentes de associações. O PT não se renovou e não inovou. É  mais do mesmo sempre e a gente está pagando um preço muito alto por isso”, disse.

As disputas internas foram preponderantes. Volnei chegou a cogitar concorrer nas prévias para ser o candidato a prefeito, mas acabou desistindo depois que viu a filiação de Lazzarotto, vindo do Progressistas.  “Essa  questão da política partidária local, dentro do PT, também acabou tendo um reflexo muito forte. Trazer um candidato de fora, do partido Progressistas, para concorrer, isto não foi legal. Agora tem a indicação da vice [Vera Sarmento] sem qualquer construção. Ela era do PT e agora em março ou abril filiaram no PCdoB. Umas coisas assim não são legais”, salienta.

Volnei ainda não definiu em qual partido irá se filiar: “A gente não tem destino certo ainda. A gente carrega um capital político que tem como contribuir do ponto de vista político e social. Não decidimos o nosso destino e vamos avaliar e refletir com calma antes de tomarmos uma decisão”, diz.

Publicidade

O presidente do PT, David Almansa, ficou sabendo da desfiliação pela reportagem. “É surpresa para mim. Não estou sabendo de nada. Como presidente, a gente sempre lamenta a saída de um filiado, ainda mais de alguém da envergadura do Volnei. Acredito que já era um desejo latente e legítimo. Desejo sucesso na nova caminhada”, destaca Almansa, sem entrar em detalhes sobre as divergências internas.

Esta não é a primeira vez que Volnei anuncia sua desfiliação do partido. Em 2016, ele também havia tomado a decisão, mas acabou desistindo dias depois.

Confira a Nota Oficial de Volnei Borba

Comunico da minha desfiliação ao Partido dos Trabalhadores na data de hoje (09/06/2020). Tive a honra de concorrer a prefeito numa eleição muito difícil em Cachoeirinha, atingindo quase 20% dos votos válidos e 12.613 votos nominais na eleição de 2012, e, no qual, tenho gratidão a cada um e cada uma de vocês que nos confiaram esses votos preciosíssimos.

Fico feliz aqueles (as) que me acompanham nessa saída, pois estamos encerrando um ciclo juntos,e, continuamos firmes, acreditando num país melhor, um estado melhor, num município melhor para se viver, fantásticos em seus sonhos, sonhadores em ebulição, realizadores das melhores práticas, racionais, emotivos, metódicos, intelectuais e formuladores, e com eles, reiniciar um novo ciclo.

As amizades que fiz dentro desse antigo espectro político, ficarão gravadas para sempre na minha alma. Continuo acreditando na política como um dos vários instrumentos efetivos e de poder transformador da nossa sociedade, com democracia e respeito às diferenças.

Volnei Borba

Publicidade
Compartilhe essa notícia
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.