Vereador destina R$ 18 mil para combate ao coronavírus - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Medeiros solicitou repasse para a prefeitura - Foto: Arquivo/o repórter.net

Vereador destina R$ 18 mil para combate ao coronavírus

Fernando Medeiros pediu para a presidência da Câmara destinar para a secretaria da Saúde verbas de gabinete que teria direito

Cachoeirinha – O vereador Fernando Medeiros solicitou ao presidente da Câmara de Vereadores, Edison Cordeiro, que destine toda sua verba de gabinete para a secretaria municipal da Saúde para ações de combate ao novo coronavírus, que provoca a doença Covid-19. Os recursos são da cota de Correios, diárias e passagens aéreas.

“Acho importante essa contribuição e estimo que são cerca de R$ 18 mil”, explica. O pedido é para que a Câmara faça esse repasse de recursos para a Prefeitura de forma antecipada. No final do ano, o Legislativo devolve ao Executivo a sobra de recursos. “Estou pedindo que a minha cota seja antecipada para auxiliar na área da Saúde”, explica.

O dinheiro, conforme Medeiros, poderá ser utilizada na compra de álcool em gel, sabonetes e máscaras para serem distribuídos, conforme a necessidade, para a parcela mais pobre da população. “Usarei, assim como os outros anos, ao invés de cartas, o próprio Facebook para prestar conta de meu trabalho”, escreveu em seu perfil no Facebook na noite desta terça-feira (24) se referendo a verba de Correios.

Sobre viagens, Medeiros não utiliza passagens e nem diárias. “… caso necessário ir a Brasília irei com recursos próprios. Quando tiver agenda com meu Deputado Federal Afonso Motta, vou agendar no escritório dele em Porto Alegre.” O parlamentar, que faz parte de um grupo de whatsapp de vereadores do PDT de vários municípios, disse ao oreporter.net que sugeriu aos pedetistas que façam o mesmo em suas cidades.

Caso todos os 17 vereadores de Cachoeirinha sigam o exemplo de Medeiros, a prefeitura receberia em torno de R$ 300 mil para reforçar o orçamento das ações traçadas na prevenção e combate ao novo coronavírus.

Segundo o presidente da Câmara de Vereadores, Edison Cordeiro, a proposta de Medeiros “não tem pé nem cabeça”. Ele explica que não existem cotas por gabinete, com exceção dos Correios. “Diárias e passagens aéreas é uma deliberação da Mesa Diretora. Não existe uma cota”, afirma.

Medeiros argumenta que no orçamento da Câmara há previsão de gastos de diárias e passagens para todos os vereadores. “O que eu fiz para calcular o que caberia a mim foi dividir esse valor orçado por 17 que é o número de vereadores. Então, eu teria direito a R$ 7 mil de diárias e R$ 7 mil de passagens”, explica. Os 4 mil restantes são de verba para ser gasta com os Correios. O vereador acrescenta que ele não pode destinar esses recursos diretamente para a prefeitura e que a competência para isso é da Câmara. “Eu apenas fiz um pedido”, afirma.

Atualizada 25/03/2020 – 16h11min

Compartilhe essa notícia
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.