Temporais continuarão nos próximos dias, sendo o granizo o maior risco no RS – oreporter.net – Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Granizo que caiu nesta quarta-feira na vila da Quinta em Rio Grande - Foto: Rede Sociais/Reprodução/MetSul

Temporais continuarão nos próximos dias, sendo o granizo o maior risco no RS

Temporais com chuva forte e queda de granizo atingiram nesta quarta-feira (20), nas cidades mais ao Sul do RS

Publicidade

Chuva forte e temporais atingiram cidades do Sul gaúcho nesta quarta-feira (20). O feriado foi de muita chuva em municípios como Jaguarão, Arroio Grande e Rio Grande, dentre outros da região. Houve ainda temporais com queda de granizo.

Publicidade
Publicidade

A chuva e as tempestades de granizo ocorreram pela formação de área de instabilidade muito forte no Nordeste do Uruguai no final da manhã que causou alagamentos na cidade uruguaia de Melo e granizo no departamento de Treinta y Tres. Conforme informações da MetSul, este sistema convectivo de instabilidade, alimentado por ar quente que elevou a temperatura à tarde até 34ºC no Noroeste gaúcho, deslocou-se na sequência para o Sul gaúcho enquanto o sol predominava no restante do território gaúcho.

Publicidade

Na rede do Instituto Nacional de Meteorologia, a chuva somada nesta quarta-feira chegou a 44 mm em Jaguarão, na fronteira com o Uruguai, e a 50 mm na cidade de Rio Grande. Estação automática particular mantida em propriedade rural na área Sul do município de Rio Grande, logo ao Norte da reserva ecológica do Taim, indicou precipitação de 76 mm até o começo desta noite.

Em Arroio Grande, também no Sul gaúcho, igualmente choveu muito. Ponto de medição do Cemaden na localidade acusou precipitação de 46 mm. A água chegou a cobrir trecho da BR-116 perto da localidade e o trânsito esteve temporariamente interrompido. As nuvens muito carregadas que passaram pelo Sul gaúcho ainda trouxeram queda de granizo. O fenômeno foi observado, por exemplo, em Arroio Grande e grande parte do município de Rio Grande. Em alguns locais da cidade, o gelo até acumulou. Na vila da Quinta, as pedras de gelo tiveram diâmetro maior.

Publicidade

E vem mais instabilidade. O sol aparece com nuvens na maior parte do Rio Grande do Sul novamente nesta quinta-feira, mas, tal como hoje, ocorre chuva com risco de temporais em parte do estado. A possibilidade maior de chover nesta quinta em parte do dia é no Oeste, no Centro e no Sul. Nestas áreas do território gaúcho, várias cidades devem ter períodos de sol e chuva nesta quarta. Isoladamente, a chuva será forte a torrencial com raios e granizo, não se descartando vento forte. O granizo, isoladamente, pode ser médio a grande. Na Metade Norte, o tempo firme predomina com ar quente que traz temperatura muito alta em cidades do Noroeste, Alto Uruguai, Planalto Médio, Serra e Campos de Cima da Serra.

A temperatura atinge 30ºC em alguns pontos da Serra, passa de 30ºC na Grande Porto Alegre e pode superar 35ºC no Noroeste. No final desta semana e no fim de semana, o ar quente atingirá intensidade excepcional sobre o Paraguai e o Centro-Oeste do Brasil com máximas em muitos pontos de 43ºC a 45ºC. A massa de ar extraordinariamente quente vai se expandir e alcançará áreas mais ao Sul. Com isso, ar muito quente ingressa também nos estados do Sul, em especial no Paraná pela maior proximidade com o Centro-Oeste. Parte deste ar muito quente chegará também ao Rio Grande do Sul.

O ar superarquecido atuará mais no Oeste e no Norte gaúcho, sobretudo no Noroeste, com marcas perto ou ao redor dos 40ºC em alguns locais. Com umidade presente sobre nosso o Rio Grande do Sul, o avanço de ar quente gerará fortes a intensas áreas de instabilidade isoladas no território gaúcho com temporais em que o maior risco será granizo, médio a grande em alguns pontos.

A tendência é que as áreas de instabilidade com chuva localmente forte a torrencial, raios, granizo e vento forte se formem onde haja maior presença de umidade, o que no caso destes dias ocorrerá mais no Centro, Oeste e o Sul do estado. Com a atmosfera superaquecida pela bolha de calor, estes núcleos de instabilidade localizados também podem se formar com temporais isolados fortes e até severos nos próximos dias na região da Metade Norte gaúcha, especialmente no fim de semana.

error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.