Telmo de Lima Freitas morre aos 88 anos em Cachoeirinha - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Telmo de Lima Freitas - Foto: Divulgação

Telmo de Lima Freitas morre aos 88 anos em Cachoeirinha

Um dos mais representativos cantores e compositores do cancioneiro gaúcho está sendo velado nesta sexta e será cremado a partir das 15 horas

O cantor Telmo de Lima Freitas, um dos mais representativos da música gaúcha, morreu aos 88 anos nesta quinta-feira (18) em Cachoeirinha. O velório acontece desde às 8 horas desta sexta-feira (19) e vai até as 15 horas na funerária, capela e crematório Rainha da Paz. A cremação vai acontecer no local.

Publicidade

Nascido em São Borja, Telmo residia em Cachoeirinha há alguns anos. Deixou os os filhos Ione, Ana Elisa e Leonardo Francisco além de sete netos e seis bisnetos. A causa da morte não foi divulgada.

O prefeito Miki Breier decretou luto oficial por três dias. O Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG) e a Polícia Federal, da qual o cantor era policial federal aposentado, publicaram notas de pesar. A Câmara de Vereadores de Cachoeirinha fez um minuto de silêncio na Sessão desta quinta.

Telmo iniciou cedo na música. Aos 14 anos participou do grupo Quarteto Gaúcho. Nos anos 50, apresentou o programa gauchesco Porongo de Pedra, na Rádio ZYFZ-Fronteira do Sul, de São Borja. Em 1969, participou do primeiro Festival de Música Regionalista organizado pela Rádio Gaúcha.

Publicidade

Ao longo da carreira, foi autor de diversos clássicos e recebeu premiações. Teve três reconhecimentos no Troféu Açorianos. Em 2000 foi o melhor compositor e melhor CD regional com o álbum “A Mesma Fuça”. Já em 2012, pelo conjunto da obra, foi homenageado.

Entre tantas homenagens que recebeu ao longo da carreira, Telmo também teve o reconhecimento da Assembleia Legislativo em uma iniciativa do então deputado Miki Breier.

Publicidade
Compartilhe essa notícia
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.