Profissionais de Cachoeirinha poderão adquirir carteira de artesão - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
O evento ocorrerá na Casa de Cultura Demósthenes Gonzalez - Foto: Arquivo/oreporter.net

Profissionais de Cachoeirinha poderão adquirir carteira de artesão

A carteira vale como um registro, uma habilitação para poder vender em feiras, eventos, entre outros; além de certificar a habilidade técnica do artesão e da artesã

Cachoeirinha – No dia 19 de junho, o município promoverá um mutirão de teste para a aquisição da carteira de artesão (1ª via, renovação e inclusão de técnica), na Casa de Cultura Demósthenes Gonzales, das 9h às 17h. A iniciativa é da Secretaria de Sustentabilidade, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, em parceria com a Secretaria de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo. 

O secretário de Sustentabilidade, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Francisco Belarmino Dias Major, explica que a carteira vale como um registro, uma habilitação para poder vender em feiras, eventos, entre outros; além de certificar a habilidade do artesão e da artesã em determinada técnica. “Antes, os artesãos de Cachoeirinha tinham que ir a Porto Alegre, na Casa do Artesão, para solicitar esta carteira ou fazer a atualização, o que era um grande dificultador, e deixava muitos destes profissionais na informalidade”, pontua o titular da pasta. 

Portanto, “a ideia do mutirão é fomentar a legalização, a formalização dos artesãos da cidade”, conforme complementa o diretor de Trabalho, Emprego e Renda, Matheus Rosa. Também é possível solicitar a carteira através de agendamento, na Agência de Trabalho, localizada na Rua Tamoios, 9, ao lado da Prefeitura. 

Os requisitos necessários para adquirir a carteira são ser brasileiro ou estrangeiro com situação regularizada, residente e domiciliado no Rio Grande do Sul e ter idade igual ou superior a 16 anos. Para renovação e inclusão de técnica basta apresentar a carteira do artesão antiga. 

Acompanhe o que deve ser levado no dia 19 de junho:
– No mínimo 3 peças prontas de cada matéria-prima (técnica) a ser cadastrada; 
– 1 peça para fazer o teste de habilidade na técnica que deseja cadastrar; 
– 1 Foto 3×4 (atual e sem rasura); 
– Original e cópia de documento de identidade, CPF e comprovante de residência; 
– Pagar taxa de R$ 22, emitindo a guia em: www.fgtas.rs.gov.br> serviços e informações > taxas de serviço > acessar o link, escolher o serviço e pagar exclusivamente no Banrisul ou Banco do Brasil, maiores de 60 anos são isentos; 
– Levar comprovante original da taxa paga no Banrisul ou Banco do Brasil

Compartilhe essa notícia
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.