Prefeitura de Gravataí pronta para o início da orientação da comunidade - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Os servidores atuaram em locais de grande circulação de pessoas - Foto: Paloma Vargas/PMG

Prefeitura de Gravataí pronta para o início da orientação da comunidade

Nesta segunda-feira, grupo de 50 servidores começa a atuar nas áreas de grande movimento da cidade

Gravataí – A partir desta segunda-feira (4), as áreas de grande movimentação da cidade, como o Centro, o Parque dos Anjos, as moradas do Vale, entre outras, receberão um reforço de cuidado para com as pessoas. Um trabalho de orientação e auxílio com informações à comunidade sobre o Coronavírus será realizado por cerca de 50 servidores. Usando coletes verdes, identificados com o nome do Comitê de Solidariedade ao Enfrentamento do Coronavírus, este grupo realizará acolhimento e tirará dúvidas de quem estiver na rua, além de orientar, principalmente, o uso de máscaras e o distanciamento de dois metros entre as pessoas.

Publicidade

A ideia de formar o grupo de orientadores partiu do prefeito Marco Alba e tem a intenção de acolher a comunidade. orientando neste momento delicado de pandemia. “As pessoas precisam estar informadas e saber que o cuidado e o comportamento individual, está diretamente relacionado à sua saúde e, principalmente, a saúde do outro. Tenho dito neste período que ninguém tem o direito de colocar a vida do outro em risco, e medidas simples, como o uso da máscara e o respeito ao distanciamento interpessoal de no mínimo dois metros, são fundamentais para que a cidade passe por este período difícil.”

O grupo que trabalhará neste início recebeu uma série de orientações durante a semana, que culminaram, neste sábado, 2, com a entrega dos coletes de identificação. Segundo o prefeito o grupo pode ser ampliado em caso de necessidade. “Vamos fazer o que for preciso para ajudar a cidade a passar por este momento de pandemia.”

Ele lembra que o uso obrigatório de máscaras é para todas as pessoas que estiverem circulando pela cidade, seja a pé ou de transporte coletivo, como ônibus, táxi e carro de aplicativo. “Estamos retomando as atividades econômicas, como a abertura do comércio, e isso não significa retomarmos a vida que tínhamos antes da Covid-19. Para que este cenário de abertura parcial e com regras estabelecidas pelo decreto 17896/20 seja mantido, é fundamental que todos tenham consciência do seu papel neste contexto.”

Publicidade
Publicidade

Compartilhe essa notícia
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.