Prefeitura confirma a compra de mais 10 respiradores - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Miki e Matielo atualizaram informações nesta quinta em live no Facebook - Foto: Reprodução

Prefeitura confirma a compra de mais 10 respiradores

Equipamentos serão utilizados no hospital de campanha que está sendo montado no Ginásio da Fátima

Cachoeirinha – A Prefeitura de Cachoeirinha ampliou para 18 o número de respiradores que serão utilizados para o atendimento de contagiados pelo novo coronavírus que apresentarem um quadro de saúde grave. Inicialmente estavam previstos seis no hospital de campanha que está sendo montado no Ginásio da Fátima e dois na UPA nas UTIs projetadas.

Na live na manhã desta quinta-feira (2) no Facebook, quando o prefeito Miki Breier atualizou as informações sobre as medidas que estão sendo adotadas, o secretário da Saúde, Dyego Matielo, anunciou que foi encaminhada a compra de mais 10 respiradores. “Vão vir mais 10 respiradores que vão ser muito importantes para ventilar as pessoas. Estamos nos preparando para a guerra. Esperamos não precisar usar, mas se precisar estaremos prontos”, disse.

No Brasil, conforme o prefeito, há 6.931 casos confirmados de Covid-19 com 245 óbitos. No Rio Grande do Sul, são 316 casos confirmados e cinco mortes. “Cachoeirinha tem apenas um caso ainda, uma senhora de 42 anos que trabalha na área da saúde. Queremos reforçar os pedidos de doações de alimentos e materiais de higiene. A gente quer agradecer. Muita gente que está doando. Muito obrigado a você que estendeu a mão. Temos um comitê de recolhimento na secretaria de Assistência Social e na secretaria de educação”, destacou. O prefeito ainda lembrou que profissionais de diferentes áreas que quiserem colaborar com a prefeitura, poderão se cadastrar.

Apesar das insistências para que as pessoas fiquem em casa, Miki revelou que percorrendo a cidade nesta quarta-feira (1) chegou a encontrar pessoas passeando no Parcão. Ele ainda se referiu a compras em supermercados, onde famílias estão indo fazer rancho quando o melhor seria uma apenas ficar incumbida desta tarefa.

Vi no Parcão gente passeando. Não é férias. O isolamento é para fazer que o vírus não fique circulando … vi casais caminhando de mãos dadas com criança. É hora de isolamento social”, pediu.

Vacinação dos idosos

O secretário da Saúde comentou ainda as filas em postos de saúde na manhã desta quinta-feira (2) de idosos procurando as vacinas. O número de doses que a cidade está recebendo é pequeno, conforme Dyego. “A gente acabou não vacinando todos os idosos em casa. A gente está recebendo uma quantidade muito pequena de vacinas, muito pequena. Isso vem do Ministério da Saúde que passa para o Governo do Estado que passa para a Coordenadoria Regional de Saúde que entrega para o Município. A gente não sabe quantas vão chegar. Provavelmente já acabaram.”

Dyego pediu paciência com os servidores dos postos. “Eles não estão fazendo nada de má vontade, está todo mundo trabalhando no limite. Os idosos que não conseguiram ser vacinados serão ali na frente. A gente tem que ter paciência”, reforçou.

A procura pela vacina, que não imuniza contra o novo coronavírus, está bem acima do verifica em anos anteriores. “O que fizemos em duas semanas a gente levada três meses. Temos que ter paciência e empatia, todo serão vacinados”, salientou.

Compartilhe essa notícia
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.