Prefeito Marco Alba inaugura a nova Usina de Asfalto - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Asfalto Made In Gravataí - Foto: Douglas Glier Schütz/PMG

Prefeito Marco Alba inaugura a nova Usina de Asfalto

Completamente automatizado, o novo equipamento público pode produzir até 100 toneladas de massa asfáltica por hora

Gravataí – A manhã ensolarada desta quarta-feira (09), marcou a entrega da Nova Usina de Asfalto de Gravataí. Localizado na margem da ERS-118, o equipamento público totalmente automatizado, inaugurado pelo prefeito Marco Alba, tem a capacidade de produzir até 100 toneladas de massa asfáltica por hora. A nova usina foi adquirida através de um financiamento com o Banco do Brasil, com valor em torno de R$ 1,3 milhão. Com esta aquisição, a estimativa é que 40% dos valores gastos com asfalto possam ser economizados. O maquinário foi adquirido da empresa Bonafer Máquinas e Equipamentos.

Publicidade

No ato de inauguração, o prefeito Marco Alba lembrou todo o esforço que foi feito pelo seu governo para se ter novamente uma usina de asfalto em condições de uso. “Nós a usaremos durante 15 meses e o próximo governo terá uma usina novinha, diferente de nós, que recebemos uma quebrada, penhorada, um verdadeiro lixão. Diferente de muitos, o nosso governo não é para a próxima eleição, e para a próxima geração. É para a comunidade.”


Ele destacou que mesmo com uma usina difícil de ser utilizada, como era a antiga, foi apenas no seu governo que as avenidas Jorge Amado, Centenário e Brasil foram duplicadas. “Tudo o que estamos conseguindo fazer em três anos, com um terço do valor que pagamos em dívidas (foram ao todo R$ 260 milhões), é mais do que foi feito em 30 anos nesta cidade. Financiamos cerca de R$ 80 milhões e estamos fazendo tudo o que a comunidade está vendo. Não tenho dúvidas de que o que estamos fazendo é um legado para pelo menos 30 anos.”

Marco Alba afirmou que a entrega da nova usina do asfalto é uma celebração da vitória da comunidade. “Quando uma prefeitura entrega equipamento, serviço, melhora a vida das pessoas ela está justificando a sua existência e é isso que estamos fazendo.”

Publicidade

O presidente da Câmara de Vereadores, Clebes Mendes, ressaltou o empenho dos colaboradores da usina, que mesmo com os equipamentos velhos, se esforçavam e a faziam funcionar. “Este é um marco para Gravataí e sabemos que só foi possível pela competência do prefeito Marco Alba e pelo comprometimento dos vereadores que compõem a base deste governo.”

O secretário Municipal de obras Públicas Paulo Martins lembrou a “ginástica que era todos os dias e a incerteza para saber se haveria asfalto para trabalhar”. “Aposentamos hoje um equipamento de cerca de 35 anos e que não tínhamos nem como realizar a manutenção necessária, por conta inclusive de falta de peças.”

A “herança” da CDG

Atual diretor-presidente da Fundação Municipal de Meio Ambiente (FMMA), Luiz Zaffalon, disse que a nova usina de asfalto é “um ícone de boa gestão”. Ele lembrou que no início dos anos 2000 foi criada pelo então governo municipal, a Companhia de Desenvolvimento de Gravataí (CDG). “Assim, tudo o que era relacionado a infraestrutura, como maquinário, caminhões e a usina de asfalto, foi entregue a CDG. Só que em 2011, quando assumi a Secretaria de Governo do prefeito interino Nadir Rocha, o que tínhamos neste pátio da então CDG era uma dívida de cerca de R$ 10 milhões em ações trabalhistas, uma dívida de mais uns R$ 10 milhões com fornecedores e uma usina de asfalto sucateada e penhorada para pagar o que relatei antes. A CDG era uma espécie de Triângulo das Bermudas, tudo o que foi colocado nela, sumiu.”  

E foi pelo relato que fez do passado, que Zaffalon parabenizou o prefeito Marco Alba. “Pegar aquilo que tinha e transformar nisso que estamos vendo aqui hoje é, com certeza, um dos maiores exemplos de responsabilidade fiscal. Esta gestão conseguiu transformar o caos em um equipamento público que trará qualidade de vida para as pessoas e isso é muito louvável.”

Estavam presentes o gerente de relacionamento do Banco do Brasil Otávio Freitas, o diretor da Bonafer Máquinas e Equipamentos, José Carlos Debona, e os vereadores Alan Vieira, Fábio Ávila, Mário Peres, Nadir Rocha, Neri Facim e Roberto Andrade.

Publicidade
Compartilhe essa notícia
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.