Polícia Civil deflagra operação contra o roubo de veículos em Gravataí - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Veículo apreendido durante a operação - Fotos: PC/Divulgação

Polícia Civil deflagra operação contra o roubo de veículos em Gravataí

A operação foi deflagrada pelos policiais da Delegacia Especializada na Repressão aos Crimes de Roubo de Veículos, DRV/DEIC na capital, Alvorada, Gravataí e Tupanciretã.

A Polícia Civil Gaúcha, por intermédio da Delegacia Especializada na Repressão aos Crimes de Roubo de Veículos, DRV/DEIC, coordenada pelos Delegados Rafael Liedtke e Marco Guns, nessa segunda-feira (27), deu início à Operação Policial, com objetivo de desmantelar Associação Criminosa responsável pelo cometimento de crimes de Roubo de Veículo, Adulteração de Sinais Identificadores de Veículos Automotores, Receptação Qualificada, Estelionato (Fraude a Seguro) e Falsa Comunicação de Crime, praticados na Capital e Região Metropolitana de Porto Alegre.

Publicidade

De acordo com os Delegados Liedtke e Guns, as investigações tiveram início há mais de um ano, oportunidade em que os policiais civis descobriram a existência, em Gravataí, de um desmanche de veículos roubados em Porto Alegre e Região Metropolitana.Em julho de 2019, os agentes públicos monitoraram, em viaturas descaracteriadas, um veículo roubado e já clonado conduzido por dois meliantes, trafegando pela BR 290. No momento em que os criminosos entregavam o automóvel a um terceiro homem, os policiais civis efetuaram a abordagem, já no município de Gravataí.

Com a prisão em flagrante dos três homens pelos delitos de Associação Criminosa, Receptação e Adulteração de Sinal Identificador, os agentes descobriram, em um sítio situado próximo às margens da ERS 118, a existência de um desmanche de carros roubados, sendo recuperados em julho do ano passado diversas carcaças e equipamentos oriundos de veículos subtraídos na Capital e Região Metropolitana.

A operação ocorreu nesta segunda-feira (27)

A partir daí, as investigações policiais que se seguiram demonstraram a existência de um verdadeiro esquema criminoso, consistente na prática de roubo de veículo sob encomenda, com duas finalidades específicas, tanto para a clonagem e repasse desses carros subtraídos a outras quadrilhas especialiazadas na prática de crimes patrimoniais, como para o desmanche e venda das peças e equipamentos oriundos dos veículos roubados, visando à revenda em mercados clandestinos.

Publicidade

Além desses fatos criminosos, a Associação Criminosa formada pelos meliantes presos nesta segunda, também é suspeita da prática de Estelionato, na modalidade Fraude a Seguro, e Falsa Comunicação de Crime, na medida em que realizariam o desmanche e venda das peças de veículos originais, registrando falsa ocorrência de roubo ou furto desse carro, para o fim de pleitear junto à seguradora o valor integral do bem segurado.

Os lucros auferidos indevidamente pelos meliantes com a prática desses delitos seriam divididos por todos integrantes da Associação Criminosa, de acordo com a tarefa realizada por cada criminoso no decorrer do intento delitivo.Com a ação policial realizada nesta segunda-feira (27), resultaram presos cinco integrantes da Associação Criminosa, diretamente responsáveis pela prática dos delitos narrados, também sendo apreendido pelos policiais civis, durante o cumprimento dos mandados judiciais, um veículo de luxo, BMW 428 Gran Coupe, avaliada em 140 mil reais (R$ 140.000,00).

As ordens judiciais foram deferidas pela 2° Vara Criminal do Foro da Comarca de Gravataí, após parecer favorável emanado pela respectiva Promotoria de Justiça do Ministério Público Estadual oficiante naquele Município. A Operação Policial contou com importante participação da Delegacia da Polícia Civil de Tupanciretã, que efetuou o cumprimento de mandado judicial de prisão em desfavor de investigado foragido naquela Cidade.

Segundo o Diretor do DEIC, Delegado Sander Cajal, enaltece mais um trabalho de excelência da DRV, demonstrando cada vez mais a qualificação na investigação criminal e o comprometimento com a sociedade gaúcha.
Os presos estão sendo conduzidos até a sede da Delegacia Especializada na Repressão aos Crimes de Roubo de Veículos do DEIC, onde respondem ao Inquérito Policial já instaurado para apurar os seguintes delitos: associação criminosa, roubo de veículo, receptação qualificada,adulteração de sinais identificadores de veículos automotores, falsa comunicação de crime.

Após trâmites legais, serão encaminhados à Cadeia Pública, ficando à disposição da Justiça.

Publicidade
Compartilhe essa notícia
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.