OPINIÃO: Maurício, o homem forte do governo - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Maurício assumiu responsabilidades para fazer o governo dar certo - Foto: Roque Lopes

OPINIÃO: Maurício, o homem forte do governo

O papel de um vice nem sempre é reconhecido pelo cidadão e em muitas administrações ele passa em branco a ponto de ninguém se lembrar do nome. Na administração atual em Cachoeirinha, Maurício Medeiros está longe de ser esquecido no futuro. Ele tem sido o grande responsável por desatar muitos dos nós cegos deixados pela última administração.

Nos dois primeiros anos de governo, o emedebista assumiu o compromisso de negociar em Brasília projetos que beneficiaram Cachoeirinha, como o parcelamento dos débitos com o fundo previdenciário dos municipários em 200 meses. A ideia dele acabou sendo aceita pelo Governo Federal, ganhou apoio de outros prefeitos e foi estendida para todas as prefeituras.

Também ficou nas mãos de Maurício salvar algumas obras travadas pela falta de recursos e emendas parlamentares destinadas por deputados federais para a cidade. Nem tudo é possível resolver e um dos grandes obstáculos têm sido a lentidão, comum na esfera pública, para a confecção de projetos. Não pela falta de interesse dos servidores, mas pela estrutura enxuta e burocrática.

Esta semana, Maurício rumou para Brasília. Com o PSB na oposição ao Governo Bolsonaro e sem portas abertas, o vice colocou projetos embaixo do braço e foi bater nos gabinetes em Brasília aproveitando as boas relações construídas nos últimos anos de vida pública.

Com o colega de partido, o ministro da Cidadania Osmar Terra, por exemplo, Maurício garantiu os recursos necessários para a continuidade das obras da praça CEU. Na semana passada, aqui no RS, ele tratou de acertar com o Governo do Estado a utilização de um saldo de R$ 2 milhões de obras de asfaltamento para recuperar e pavimentar algumas ruas.

Se a imagem de Miki Breier está muito desgastada na cidade, muito em função da crise fiscal da Prefeitura, a de Maurício pode ser colocada no lado oposto. Ele poderia ter uma atuação apagada, se resumindo ao papel de um vice, deixando tudo cair nas costas do prefeito.

Maurício, contudo, teve a coragem de assumir responsabilidades e boa parte do pouco que está sendo feito em Cachoeirinha tem grande parcela do seu esforço para fazer o governo dar certo.

Compartilhe essa notícia
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.