OPINIÃO: mais um projeto com cheiro de demagogia - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Marco Barbosa - Foto: Arquivo

OPINIÃO: mais um projeto com cheiro de demagogia

Vereador Marco Marbosa apresentou projeto definindo que trabalhadores na educação devem ser vacinados

Depois da pérola do vereador Edison Cordeiro em apresentar projeto indicativo autorizando a Prefeitura a fazer convênio com consórcio para a compra de vacinas, que não serve para nada uma vez que o Executivo vai seguir um modelo padrão da Frente Nacional dos Prefeitos, agora foi a vez de outro parlamentar, Marco Barbosa, deixar a sua marca no rol de iniciativas inúteis.

Publicidade

Ele apresentou um projeto de lei legislativa prevendo prioridade para que todos os profissionais da educação devem ser vacinados contra a Covid-19. Deixo bem claro que não vou entrar no mérito se devem ou não, pois entendo que isto cabe aos especialistas.

O que quero opiniar é sobre a iniciativa do experiente parlamentar, que não é marinheiro de primeira viagem. Cabe ao Ministério da Saúde definir os grupos prioritários no Plano Nacional de Imunização. Não é um vereador que vai mudar uma regra que vale para todo o Brasil.

Propor uma lei desta só tem uma utilidade: tirar proveito político, ainda mais se a regra nacional mudar. É bem capaz de Barbosa posar em redes sociais segurando a lei que cheira a demagogia dizendo que ele conseguiu, caso haja alguma alteração uma vez que existe um movimento político fazendo esta defesa. E se fizer isso, ainda teremos gente acreditando.

Publicidade

Quando se quer mudar uma regra que passa, necessariamente, por uma mobilização política nacional, não é criando uma lei inútil que vamos conseguir este objetivo.

Quero ver a posição dos demais vereadores. Imagino que podem não votar contra temendo ver seus nomes expostos em redes sociais como sendo contra a vacinação de profissionais de educação. Os oposicionistas e apoiadores do quanto pior melhor para eles não deixarão de cometer esta atrocidade.

Depois de publicada esta coluna de opinião, um leitor me lembrou que Barbosa é professor. Não sei se leciona, mas está querendo legislar em causa própria também?

Atualizada – 04/03/21 – 12h30min

Publicidade
Compartilhe essa notícia
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.