Miki e Zaffalom decidem iniciar processo da compra da vacina da Covid - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Vacina russa - Foto: Sputnik V/Divulgação

Miki e Zaffalom decidem iniciar processo da compra da vacina da Covid

Medida foi anunciada após reunião virtual com representantes da Sputnik V no Brasil; cada dose custa cerca de US$ 9

Prefeitos que integram o Consórcio dos Municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre (Granpal), entre eles o de Cachoeirinha, Miki Breier, e o de Gravataí, Luiz Zaffalon, decidiram iniciar o processo de compra própria da vacina para a Covid-19. A iniciativa foi divulgada na manhã desta quinta-feira (4), após reunião virtual com representantes da vacina Sputnik V no Brasil.

Publicidade

A reunião foi com representantes da União Química. Para garantir total segurança jurídica à operação, o primeiro passo será uma consulta dos prefeitos ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas do Estado.

“O objetivo é zelar pelo dinheiro público e construir, com o apoio e o aval dos órgãos de controle, a negociação mais transparente possível”, explica o prefeito de Nova Santa Rita e presidente da Granpal, Rodrigo Battistella.

Simultaneamente, a Granpal formará grupo de trabalho com a presença de um representante da assessoria jurídica de cada município interessado na compra da vacina. A aquisição de doses será opcional.

Publicidade

Passo a passo da compra

Cada dose da Sputnik V custa cerca de US$ 9. O processo de compra tem início com uma manifestação de interesse assinada pelo município, informando o número de doses pretendidas. Na segunda etapa da negociação, o laboratório envia a proposta comercial. No terceiro passo, as prefeituras encaminham o aceite da proposta, e o laboratório envia as doses. O pagamento é feito apenas quando a vacina chega ao Brasil.

“Os prefeitos da Região Metropolitana têm o claro entendimento de que a preservação de vidas e a retomada da economia só ocorrerão a partir da vacinação em massa da população. É para isso que vamos trabalhar”, conclui Battistella. 

Saiba mais sobre a vacina, conforme o fabricante divulga:

A Sputnik V é a primeira vacina registrada do mundo baseada em uma plataforma baseada em vetor adenoviral humano bem estudada. A vacina Sputnik V já foi registrada em mais de 40 países.

Mais de 31.000 voluntários estão participando do ensaio clínico pós-registro da Sputnik V na Rússia. Os ensaios clínicos de Fase III da Sputnik V estão sendo realizados nos Emirados Árabes Unidos, Índia, Venezuela e Belarus.

A Sputnik V é uma das três vacinas no mundo com mais de 90% de eficácia. A eficácia da vacina de 91,6% foi calculada com base em dados de 19.866 voluntários que receberam a primeira e a segunda injeções da vacina Sputnik V ou placebo – 78 casos confirmados de COVID-19 foram registrados no estágio final de controle.

O custo de uma dose da vacina Sputnik V para o mercado internacional é inferior a US$ 10 (a Sputnik V é uma vacina de duas doses). A forma liofilizada (seca) da vacina pode ser armazenada entre +2 e +8 graus Celsius, facilitando o envio para todo o mundo, incluindo regiões de difícil acesso.

A vacina para abastecimento ao mercado mundial será produzida pelos parceiros internacionais do RDIF na Índia, Brasil, China, Coreia do Sul e outros países.

Este site foi criado para fornecer informações precisas e atualizadas sobre a Sputnik V.

A vacina leva o nome do primeiro satélite espacial soviético. O lançamento do Sputnik-1 em 1957 revigorou a pesquisa espacial em todo o mundo, criando o chamado “momento Sputnik” para a comunidade global.

Publicidade
Compartilhe essa notícia
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.