Mais de 500 pessoas participaram do terceiro feirão de emprego em Gravataí – oreporter.net – Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Oportunidades de trabalho e estudo - Foto: Tiago Cechinel/PMG

Mais de 500 pessoas participaram do terceiro feirão de emprego em Gravataí

Ação também contou com sorteio de bolsas de estudo, massagem, Cabide Solidário e muito mais

Publicidade

Gravataí –“Estou bem confiante que vou sair da feira com o emprego na mão ou encaminhado”, afirmou Nairo Cruz, de 62 anos. Ele foi uma das mais de 500 pessoas que compareceram na terceira edição da Feira da Empregabilidade. A ação ocorreu no salão da Igreja Cristo Rei, no Parque dos Anjos, nesta terça-feira, 31.

Publicidade
Publicidade

O projeto tem como objetivo justamente oferecer vagas de emprego e oportunidades de estudo, bem como a confecção de carteiras de trabalho e o serviço do Cabide Solidário, que disponibilizou peças de roupas que foram doadas aos candidatos.

Publicidade

O prefeito Luiz Zaffalon explicou que este projeto tem como objetivo promover qualidade de vida à população. “Garantir emprego é isso, é construir uma cidade melhor para todos. Esta feira busca aproximar quem muitas vezes não consegue se deslocar até onde estão as vagas. Então, nós trazemos as vagas para dentro dos bairros. Queremos que nossos moradores sejam independentes”, afirmou o prefeito.

A primeira-dama Marlene Zaffalon, responsável pelo Cabide Solidário, assegurou que é por conta de projetos como este que Gravataí tem se destacado no Estado. “Ao lado do Zaffa e do Dr. Levi, tenho ajudado nas ações sociais e buscado promover atividades que busquem melhorar a vida da nossa população”, explicou. 

Publicidade

De acordo com o secretário da Família, Cidadania e Assistência Social (SMFCAS) Artêmio Airoldi, são ações como esta que auxiliam no crescimento do município. “Nossa comunidade precisa de projetos que facilitem o acesso aos serviços básicos, como emprego, assistência social e saúde. Por isso, parabenizo o prefeito Zaffa por apoiar e criar projetos como este. Gravataí ganha, as empresas ganham e toda a população se beneficia”, disse.

Os candidatos

Gabriele Freire, de 15 anos, conta que gostou do evento e que teve uma boa experiência com a equipe que estava atendendo no local. “Eu vim procurar o meu primeiro emprego. Adorei a Feira, as pessoas são muito atenciosas”, contou.

Guilherme de Oliveira Jesus, 24, buscou a reinserção no mercado de trabalho. “Estou desempregado desde o início do ano. Hoje vim na feira para deixar alguns currículos e estou bem confiante”, afirma.

As empresas

Representando a Ceva Logistics LTDA, Eduarda explicou que a empresa estava buscando dois níveis de cargo: operador de rebocador e operador de empilhadeira

“O filtro inicial que fazemos para operador de rebocador é ter carteira de motorista na categoria B e na categoria de operador de empilhadeira é ter RN11 pelo Senai como operador de empilhadeira”, esclareceu.

Rejane Vargas, da MRV Engenharia, contou que a empresa já estava com encaminhamentos e algumas contratações feitas. “Estamos aqui hoje para captar vagas para as seguintes funções: pedreiro, pintor, hidráulico e encanador”, informou.

error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.