Juventude despacha o Inter nos pênaltis e vai à final do Gauchão – oreporter.net – Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Foto: Fernando Alves/E.C.Juventude

Juventude despacha o Inter nos pênaltis e vai à final do Gauchão

Depois de um empate em um a um no tempo normal, decisão foi para os pênaltis e o Juventude venceu por 6 a 5

O Juventude está na final do Campeonato Gaúcho. Com bom futebol, raça e o apoio da torcida Jaconera, o Verdão despachou o Internacional, no Beira-Rio e garantiu vaga na decisão do Estadual. A partida de volta da semifinal ocorreu na noite desta segunda-feira (26), em Porto Alegre. Zé Marcos, de cabeça, anotou o gol alviverde na partida. Renê deixou tudo igual para os donos da casa.

Publicidade

Com o empate em 1×1 no tempo normal, a vaga precisou ser decidida nos pênaltis. Na marca da cal, 6×5 para a equipe comandada pelo técnico Roger Machado, com Kelvi, cria da base Jaconera, anotando o último gol.

Publicidade

O jogo

Primeiro tempo perfeito do Juventude. Sólido na defesa, o Verdão anulou a equipe do Internacional, que pouco criou. No ataque, a equipe comandada pelo técnico Roger Machado mostrou qualidade e foi dona das principais oportunidades. Ainda assim, os donos da casa assustaram primeiro. Aos onze, Wanderson recebeu cruzamento na segunda trave e finalizou. Gabriel fez a defesa. A resposta alviverde levantou a Papada no Beira-Rio. Aos 16, Caíque fez ótimo passe nas costas da defesa e Edson Carioca finalizou de esquerda, com categoria. A bola bateu na trave, correu na linha e Vitão apareceu para afastar. O Ju seguiu controlando o meio campo e dominando a equipe adversária. Aos 22, Edson Carioca escorou para Alan Ruschel, que chegou finalizando.

Publicidade

Rochet fez difícil defesa para mandar para escanteio. Um minuto depois, Lucca finalizou no meio do gol e Gabriel fez defesa tranquila. O gol Jaconero começou a ser construído aos 29. Caíque recuperou na intermediária e abriu para Edson Carioca, que soltou a bomba. A bola bateu na marcação e saiu para escanteio. Alan Ruschel cobrou na medida para Zé Marcos, de cabeça, mandar para o fundo do gol. 1×0 Juventude. Na etapa complementar poucas chances claras de gol foram criadas. A primeira delas, aos sete minutos, foi do Juventude, em finalização de Gilberto, que saiu pela linha de fundo, com perigo. O Internacional empatou aos nove. Em jogada ensaiada, Aránguiz lançou Renê, que desviou de cabeça. 1×1. Com o empate, os donos da casa ensaiaram uma pressão, mas sem efetividade. Aos 30, Maurício agrediu Nenê e, após consulta no VAR, foi expulso pelo árbitro.

Em vantagem numérica, o Ju foi pra cima. Aos 37, Rildo tabelou com Alan Ruschel, invadiu a área e bateu rasteiro. Rochet mandou para escanteio. Apesar do domínio alviverde nos 15 minutos finais, a partida acabou empatada e a vaga para a final do Campeonato Gaúcho precisou ser decidida nos pênaltis.

O Internacional abriu a série com Alan Patrick, que marcou. Gilberto respondeu para o Juventude e deixou tudo igual. Na segunda rodada, Renê fez e Alan Ruschel desperdiçou. Na sequência, Mercado carimbou o travessão e Rildo, no cantinho, deixou tudo igual.

O Verdão marcou ainda com Jadson, Nenê e Kleiton. Nas cobranças alternadas, Robert Renan cavou e Gabriel fez a defesa. Kelvi foi para a última cobrança e com categoria acertou o canto, carimbando a vaga alviverde na final do Campeonato Gaúcho. Agora, o Juventude espera o vencedor da partida entre Grêmio e Caxias. (Juventude)

error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.