Inter vence o Goiás e se consolida na briga pela liderança - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Alan Patrick marcou o gol da vitória - Foto: Ricardo Duarte/Inter

Inter vence o Goiás e se consolida na briga pela liderança

Colorado largou na frente e sofreu o empate, mas nos acréscimo obteve a vitória

Fora de casa, o Inter bateu o Goiás, na noite desta quarta-feira (15), e chegou aos 21 pontos no Brasileirão de 2022. Edenilson, no começo do primeiro tempo, e Alan Patrick, no minuto de abertura da etapa final, marcaram os gols da vitória de 2 a 1 do Colorado, válida pela 12ª rodada do Nacional e disputada no Estádio da Serrinha.

Agora, o Colorado, que já soma 16 partidas de invencibilidade na temporada, 14 dessas disputadas sob o comando de Mano Menezes, jogará dois embates consecutivos dentro de casa. No domingo que vem, o rival será o Botafogo, em duelo marcado para as 18h. Depois, na sexta-feira seguinte (24/06), o Coritiba virá ao Gigante. Sócios e sócias do Clube do Povo contam com promoções especiais para as jornadas.

Publicidade

O início de confronto foi muito interessante na Serrinha. Deixando evidente sua simpatia à bola aérea, o Goiás assustou logo no primeiro minuto, quando Elvis cobrou escanteio fechado e quase marcou gol olímpico para o time da casa. O Inter respondeu aos três, instante em que promissora tabela entre Wanderson e Moisés evoluiu até Johnny. Antes dele, que estava livre na área, a zaga afastou o perigo.

Sempre agressivo, Wanderson assustou pouco depois, pela ponta-esquerda, em arremate defendido por Tadeu. No minuto seguinte, os espaços voltaram a aparecer pelo corredor, e desta vez foram aproveitados com máxima eficácia. Lançado por Alan Patrick, Moisés cruzou bola rasteira, já dentro da área adversária. Na segunda trave, Edenilson apareceu livre e finalizou de primeira. Golaço, coletivo e colorado!

Publicidade

O Goiás ficou mais ofensivo diante da desvantagem, mas pouco criou após o gol do Inter. Já o Colorado, compacto na defesa, se deparou com promissoras oportunidades para assustar no contra-ataque, mas esbarrou tanto em erros de passe quanto (principalmente) no rodízio de faltas do time da casa – punido com um mísero cartão amarelo, apresentado para o volante Matheus Sales.

O Clube do Povo quase chegou ao segundo gol no minuto 34, quando Alan Patrick, que na origem da jogada fizera bonito corta-luz, foi lançado por inteligente passe de Edenilson. Atento, o goleiro Tadeu saiu da meta e defendeu. Depois, aos 40, Da Silva aproveitou mais um dos cruzamento de Elvis, e transformou esse em assistência. Tudo igual em Goiânia.

As muitas faltas cometidas pelo Goiás resultaram em período considerável de jogo parado ao longo do primeiro tempo. Assim, a arbitragem acresceu seis minutos aos 45 regulamentares, e o período extra quase valeu novo gol ao Inter. Edenilson, primeiro em chute de fora da área e depois em tentativa de drible, parou nas boas intervenções de Tadeu, que garantiu a manutenção do empate até o intervalo.

O Inter precisou de pouco para retomar a dianteira do placar na etapa final. Mais precisamente, de um único minuto, tempo cobrado por Alan Patrick para, depois de ótima assistência de David, balançar as redes goianas. Embalado pelo gol, o camisa 10 tomou as rédeas da partida a partir de então, e armou boas tramas finalizadas por Ed. Tadeu, mais uma vez, foi algoz colorado, agora para impedir o terceiro.

O jogo voltou a ficar truncado a partir do minuto 20, e Mano respondeu à combatividade goiana realizando suas primeiras trocas. Liziero, Mauricio e Alemão substituíram Johnny, Alan Patrick e David, e mantiveram em alta o fôlego colorado. Depois, Pedro Henrique veio a campo no lugar de Wanderson, também para atuar como escape de velocidade.

Na nova disposição, o Inter chegou duas vezes com Alemão, que parou em boas defesas de Tadeu, uma com Mauricio, também travado por milagre do goleiro, e Edenilson, que tentou ser garçom, mas por detalhe não serviu Alexandre. Atrás, Moledo entrou no lugar de Bustos e anulou de vez os cruzamentos do Goiás, que não voltou a assustar. Vitorioso, o Inter chega a 16 jogos sem perder!

error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.