Inter empata sem gols na abertura da semifinal estadual – oreporter.net – Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Maurício - Foto: Ricardo Duarte/Inter

Inter empata sem gols na abertura da semifinal estadual

Decisão da vaga na final ficou para o Beira-Rio

O Internacional empatou sem gols com o Juventude, neste domingo (17), no jogo de ida da semifinal do Gauchão. O resultado do confronto, realizado no Alfredo Jaconi, deixa a decisão da vaga na final em aberto para o Beira-Rio, que sediará, na segunda-feira da semana que vem, dia 25, a partida de volta entre Colorado e Papo. O duelo ocorrerá a partir das 21h30.

Publicidade

Embalado e em boa fase, o Juventude, apoiado pelo público presente no Jaconi, tentou pressionar o Inter no começo de partida. Apostando principalmente no corredor esquerdo de seu ataque, a equipe de Roger Machado cercou com relativo perigo a área colorada, mas logo teve seu ritmo arrefecido pela superioridade técnica do Clube do Povo.

Publicidade

A primeira chance do jogo surgiu aos nove. Servido após tabela entre Alan Patrick e Mauricio, Valencia bateu com desvio e ganhou escanteio. Pouco depois, a partir de bola cruzada por Mauricio, Mercado ganhou da zaga na segunda trave e cabeceou para o alto, mas sem força. Gabriel fez a primeira de suas defesas.

A segunda intervenção do arqueiro rival foi consideravelmente mais importante. Acionado por Bruno Henrique, Valencia atacou a linha de impedimento rival na hora certa, disparou rumo à grande área, sustentou um toque faltoso de Boza e, cara a cara com Gabriel, tentou o drible. No chão, o adversário recolheu a bola e impediu o gol colorado.

Publicidade

Gabriel também salvou o Juventude aos 26. De pé em pé, o Inter recortou a marcação serrana e chegou à grande área. Mauricio, da direita para o centro, encontrou Alan Patrick. De primeira, o capitão acionou Valencia. Com espaço, o equatoriano, primeiro, dominou, e imediatamente bateu com a perna direita. Já no chão, o goleiro espalmou.

Anthoni também se saiu bem quando exigido. Aos 32, Gilberto acelerou rumo à grande área do Inter e foi interrompido apenas pelo goleiro, seguro na saída da meta. Na réplica, Renê cruzou com perigo, mas força excessiva, na direção de Valencia. A bola saiu em tiro de meta, mesmo destino de perigoso arremate de Mauricio, aos 44.

Também dos pés de Mauricio saiu a última chance antes do intervalo. Aplicado na pressão ofensiva, o meio-campista fez o desarme já no campo de ataque e prolongou jogo até Alan Patrick. O capitão colorado dominou e esperou a aproximação do companheiro para, então, devolver com açúcar. De canhota, o 27 bateu para (mais um) milagre de Gabriel.

O clima de decisão, com seus tradicionais nervos à flor da pele, ainda motivou quatro cartões amarelo na etapa inicial. Desses, apenas um foi apresentado para o Clube do Povo – Aránguiz foi o colorado advertido. Do lado mandante, os pendurados foram Lucas Barbosa, Alan Ruschel e Edson Carioca (o primeiro deles recebeu o cartão aos quatro minutos de confronto).

A primeira intervenção de Anthoni na etapa final ocorreu logo aos 30 segundos. No chão, o goleiro cresceu diante de Jean Lucas e salvou o Colorado. Com dificuldades para agredir a área alviverde, o Inter apostou no arremate de longa distância para responder. Forte, porém, o chute de Vitão saiu por cima, em tiro de meta.

Aos cinco, Coudet sacou Valencia, com dores no pé direito, e alçou Alario a campo. Pouco depois, Alan Patrick fez linda jogada pela esquerda da área serrana e deixou, de letra, a posse com Mauricio. O meia cruzou por baixo e a zaga afastou em escanteio. Já aos 14, Mercado foi providencial para, após excelente cobertura na saída de Anthoni, impedir aquele que seria o gol mandante.

A manutenção do zero a zero intensificou os movimentos em ambas casamatas. No Inter, Bruno Gomes e Rômulo substituíram Bruno Henrique e Aránguiz. Do lado mandante, Nenê entrou na vaga de Edson Carioca. Perto dos acréscimos, Lucca e Wesley também foram chamados por Coudet. Alan Patrick e Wanderson deixaram o gramado. Às vésperas do apito final, Rafael Pinna ainda foi escolhido por Roger para oferecer descanso ao Gilberto.

As trocas não foram suficientes para modificar o escore. Através da bola aérea ofensiva, o Clube do Povo até voltou à carga nos minutos finais, mas conseguiu somente uma finalização. De cabeça, Lucca aproveitou cruzamento de Renê e parou em defesa de Gabriel. Está tudo em aberto para o Beira-Rio!

error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.