Inter empata em Itaquera e entra no G4 – oreporter.net – Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Empate fora de casa -Fotos: Ricardo Duarte/Sport Clube Internacional

Inter empata em Itaquera e entra no G4

O Inter precisou de menos de um minuto para abrir o placar em Itaquera

Publicidade

Em partida da 25ª rodada do Brasileirão, o Inter empatou com o Corinthians, na Neo Química Arena, pelo placar de 2 a 2. O resultado, conquistado com gols de Alemão e Alan Patrick, deixa o Colorado na quarta colocação do país, com 43 pontos.

Publicidade

No próximo sábado (10), o Clube do Povo voltará a campo no Beira-Rio, a partir das 16h30, diante do Cuiabá.

Publicidade

Início movimentado

Torcida jogou junto em Itaquera

O Inter precisou de menos de um minuto para abrir o placar em Itaquera. Em jogada pela direita, o Colorado teve sua insistência premiada após Mauricio servir Alemão, que entortou o zagueiro Gil e finalizou forte, de perna canhota, para as redes paulistas. Logo depois, aos quatro, Wanderson assustou em jogada de contra-ataque, mas teve sua finalização bloqueada pela zaga.

Publicidade
Alemão marcou logo cedo

A partir do quinto minuto, o Corinthians entrou no jogo, e também demonstrou eficiência para marcar. Suscitado por cobrança de escanteio, o empate paulista chegou com Balbuena, aos 12, enquanto Yuri Alberto, aproveitando rebote de finalização de Róger Guedes, virou aos 18.

Em desvantagem, o Inter voltou a ser protagonista do jogo, e passou a ter maior posse de bola – em parte limitada pelo tradicional descritério da arbitragem, sempre favorável ao Corinthians. Na melhor chance que teve, o Clube do Povo esbarrou no poste, destino de chute rasteiro e cruzado de Mauricio. Já o time da casa assustou com Guedes, aos 46, em contragolpe travado por Fabricio Bustos.

Mauricio carimbou o poste alvinegro

Domínio colorado

Mano deixou o time ainda mais ofensivo para o segundo tempo, com a entrada de Alan Patrick na vaga de Carlos de Pena, e a troca quase surtiu efeito aos três, quando o camisa 10 colorado soltou a bomba de perna canhota e tirou tinta do poste de Cássio. Depois, aos 16, Bustos escapou pela direita e cruzou bola rasteira e precisa para Wanderson, que só não empatou devido a bloqueio preciso do rival.

Para vencer, porém, o Inter precisaria pressionar ainda mais. Por isso, Edenilson e Pedro Hernique entraram aos 18, desenhando um clássico 4-3-3 colorado no gramado da Neo Química Arena. Pela direita do ataque, PH. Na esquerda, Wanderson. Centralizado, Alemão. Com a responsabilidade de conectar e municiar o trio? Alanpa, que cumpriu seu dever com louvor.

Aos 24 minutos, Alemão desconcertou Gil e levou o Inter ao ataque. Nas cercanias da área, o centroavante foi derrubado, mas a posse ficou com Renê. Do lateral ela chegou até Alan, que na finta do corpo bateu o zagueiro adversário e ganhou ângulo para a perna direita. De chapa, no cantinho, a bola morreu fora do alcance de Cássio. Toda a ousadia colorada era recompensada: 2 a 2!

Depois do empate, o Inter seguiu melhor, com mais posse e dono das melhores chances. A principal delas, finalizada por Alemão, foi milagrosamente defendida por Cássio. PH também levou perigo em cabeceio para o chão, mas que saiu por cima. Desta forma, o jogo terminou empatado, deixando o Clube do Povo com 43 pontos na tabela e na quarta colocação do país.

error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.