Inter derrota o Vitória na estreia na Copa do Brasil - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Galhardo marcou de pênalti - Foto: Ricardo Duarte/Inter

Inter derrota o Vitória na estreia na Copa do Brasil

Com a vantagem, Inter pode empatar na partida de volta no Beira-Rio para avançar na competição

O Internacional estreou com vitória na Copa do Brasil. Pela terceira fase da competição, o Inter superou o Vitória, no Barradão, pelo placar de 1 a 0, gol de Thiago Galhardo. O resultado permite que o Colorado jogue pelo empate na próxima quinta-feira (10/06), quando recebe o Leão da Barra, a partir das 21h30, no Beira-Rio.

Antes do duelo diante do Vitória, o Inter volta a campo no próximo domingo (06/06), pelo Brasileirão. No Castelão, os comandados de Miguel Ángel Ramírez enfrentam o Fortaleza, a partir das 16h, em busca da primeira vitória no Nacional de pontos corridos.

Publicidade

Com o objetivo de tirar vantagem do fator local, o Vitória pressionou o Inter nos primeiros movimentos de partida. Os seguidos cruzamentos rubro-negros, porém, não superaram a defesa colorada, bem postada para evitar maiores problemas.

Com o correr do tempo, o Clube do Povo assumiu o controle da posse de bola. Usando da força das duplas Moisés e Patrick, pela esquerda, além de Caio e Saravia, pela direita, o Inter construiu incursões perigosas pelos corredores, sempre acionados por Taison, principal construtor da noite.

Publicidade

A melhor chance do Inter saiu dos pés de Edenilson. Servido por Patrick, o camisa oito teve espaço na altura da marca do pênalti para soltar o canhotaço. Forte, a finalização saiu por cima. De sua parte, o Vitória assustou com Guilherme, que aos 34 exigiu grande defesa do goleiro Daniel.

O Colorado seguiu martelando no segundo tempo, reiniciado com novidade na formação rubro-negra. Mais fechado, o Vitória voltou a campo com o volante João Pedro no lugar do meia Soares, tratando de encaixotar as movimentações do meio de campo alvirrubro. Persistente, o placar em branco motivou o técnico Miguel Ángel a realizar mudanças na casa do minuto 15.

Simultaneamente, Boschilia, depois de quase oito meses tratando lesão, Galhardo e Mauricio foram alçados a campo. Passados apenas 12 minutos, Thiagol sofreu pênalti de Wallace, irregularidade que o próprio camisa 17 converteu. Gol, único da noite, responsável pela vantagem colorada no duelo eliminatório!

Publicidade

Compartilhe essa notícia
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.