Inter cede o empate ao Bragantino nos acréscimos, mas entra no G6 - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Maurício marcou o gol do Inter - Foto: Ricardo Duarte/Inter

Inter cede o empate ao Bragantino nos acréscimos, mas entra no G6

Partida atrasada foi disputada na noite desta quinta e Inter tem agora o mesmo número de pontos do Corinthians, adversário do próximo domingo

O Internacional empatou em 1 a 1 com o Bragantino, na noite desta quinta-feira (21), em partida adiada da 19ª rodada do Brasileirão 2021. Mauricio marcou para o Inter na etapa inicial, enquanto Bruninho igualou para os visitantes no último minuto. Com o resultado, o time de Aguirre chega aos 40 pontos na tabela e assume a sexta colocação, ultrapassando o Corinthians. A equipe paulista é, exatamente, o próximo adversário alvirrubro, em confronto marcado para as 16h de domingo (24), também no Gigante.

Técnico do Bragantino, Mauricio Barbieri foi cirúrgico na entrevista pré-jogo que concedeu no gramado do Beira-Rio. Diante dos microfones da imprensa do país, o profissional destacou o perigo de enfrentar o Clube do Povo, time que definiu como dono do melhor contra-ataque do Brasil. Seus comandados, porém, não pareceram assimilar os comentários sobre a velocidade da linha de frente vermelha, e cederam muitos espaços para o Inter nos 20 minutos de abertura do confronto.

Publicidade

Fundamental como sempre na trama de contra-ataques, Taison armou dois excelentes escapes entre os 15 e 20 minutos, ambos finalizados por Mauricio e defendidos por Cleiton. A partir dos milagres de seu arqueiro, o Bragantino acordou e, envolvente para variar o jogo pelas potas, passou a assustar com Helinho e Cuello. Nesse contexto de ofensivas rivais, o time de Aguirre brilhou pela eficiência, sempre catapultada pelo apoio do Beira-Rio.

O relógio se aproximava dos 40 quando Saravia escapou pela direita e cruzou rasteiro. Camisa 11 às costas, mas demonstrando recurso de um legítimo dono da nove, Yuri fez o pivô perfeito para Mauricio, que usou da canhota para, dentro da área, tirar do alcance de Cleiton. Pintura coletiva, o gol, primeiro do meio-campista diante da Maior e Melhor Torcida do Rio Grande, foi o único da etapa inicial.

Publicidade

O Bragantino retornou ofensivo para a etapa final, decidido a buscar o empate. A postura adiantada, contudo, custou a surtir efeito, inclusive oferecendo, em um primeiro momento, espaços para o contra-ataque do Inter, que chegou com perigo em duas ocasiões. Inicialmente, pela direita, escape de Saravia cortado pela zaga. Depois, Paulo Victor, substituto de Moisés, fez boa jogada pela esquerda e cruzou rasteiro para Yuri, que finalizou abafado pelo goleiro.

A partir das trocas realizadas por Barbieri, o Bragantino cresceu no jogo. Dos 30 minutos em diante, sobretudo, a pressão passou a ditar o ritmo do jogo, que tomou contornos de ataque contra defesa. Já nos acréscimos, o Inter teve a chance de matar o duelo, mas pecou para armar o contra-ataque. Praticamente no minuto seguinte, Alerrandro invadiu a área alvirrubra pela esquerda e cruzou para Bruninho, que marcou o último da noite.

error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.