Grêmio vence o Caxias e está na final do Gauchão - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Matheus Henrique e Ferreira marcaram - Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Grêmio vence o Caxias e está na final do Gauchão

Tricolor venceu a segunda contra o Caxias neste domingo em partida disputada na Arena

O Grêmio entrou em campo na tarde deste domingo, para confirmar a sua classificação às finais do Campeonato Gaúcho. Com a vantagem construída no jogo de ida, ao vencer o Caxias por 2 a 1, o Tricolor fez bonito e venceu o jogo de volta pelo placar de 2 a 0, com gols de Matheus Henrique e Ferreira. Com o resultado, os gremistas alcançaram a vaga à próxima fase, onde enfrentam o Internacional, em mais um clássico Gre-Nal. 

Os primeiros minutos foram movimentados, com o Grêmio buscando o ataque. Logo teve uma chance em cobrança de falta, em que Diego Souza bateu, mas carimbou a barreira. Na sequência, foi a vez de Luiz Fernando fazer uma jogada individual e chutar cruzado de dentro da área, mas a bola desviou em Guilherme Mattis e saiu pela linha de fundo, com 3’ jogados. 

Publicidade

Aos 8’, mais uma boa oportunidade gremista. Pelo meio, Diego Souza tentou um passe para Ferreira mais à esquerda. O atacante dominou, foi a linha de fundo e tentou o cruzamento, mas a bola acabou saindo. 

O Caxias assustou a meta tricolor aos 10 minutos, quando Diogo Oliveira fez um cruzamento para Felipe Tontini, que chutou forte. A bola chegou a desviar em Geromel e saiu pela linha de fundo. Dois minutos depois, após boa trama gremista, Vanderson cruzou para trás, dentro da área e Luiz Fernando finalizou de primeira, mas Marcelo Pitol defendeu com tranquilidade. 

Publicidade

Aos 24’, os gremistas tiveram uma nova oportunidade com Vanderson, que cruzou na área, mas Guilherme tirou a escanteio. Na cobrança, Ferreira colocou na área e Diego Souza desviou, com perigo, mas a bola saiu. 

Foi aos 27 minutos que o Grêmio conseguiu abrir a contagem na Arena. Darlan arriscou de longe e o goleiro Marcelo Pitol espalmou. A bola voltou para Ferreira, que fez um cruzamento preciso para Matheus Henrique, que desviou de cabeça para o fundo das redes. Na conclusão, o volante se chocou com o arqueiro adversário e precisou de atendimento. 

O Caxias tentou responder com uma jogada pela direita. Tontini recebeu na marca penal, mas isolou, o que poderia ser o gol de empate. Outra chance adversária saiu em cobrança de escanteio, com a bola colocada na marca penal. Primeiro, Thiago Sales desviou de cabeça e Brenno salvou no reflexo, em seguida, Giovani tentou completar de carrinho, mas mais uma vez o goleiro gremista fez a defesa, aos 38’. 

Na reta final da etapa inicial, o Grêmio ainda teve um escanteio a seu favor. No primeiro poste, Ferreira desviou de cabeça, mas pra fora.  

Nos acréscimos, os gremistas chegaram ao segundo gol com Darlan, mas todo o lance foi anulado após análise do VAR, por impedimento do volante ao receber o cruzamento de Ferreira. 

O Grêmio voltou a campo com a mesma formação. No segundo tempo, os instantes iniciais foram equilibrados. Aos 6’, Vanderson tentou uma tabela com Luiz Fernando, mas foi bloqueado pela defesa. 

A etapa complementar seguiu sem muitas chances de gol. Aos 11 minutos jogados, o Caxias teve uma falta da intermediária a seu favor. Henrique cobrou muito forte, mas para fora. 

Com 22’ passados, o técnico Tiago Nunes providenciou suas primeiras duas substituições. Maicon e Diego Churín entraram nos lugares de Matheus Henrique e Diego Souza. 

No minuto seguinte, quase que o Tricolor marcou o segundo, quando Ferreira deu um passe para Churín que chutou. Marcelo Pitol defendeu e o rebote ficou com Ferreira, que cortou a marcação e finalizou, mas Thiago Salles salvou. Não demorou para saiu mais uma grande oportunidade. Ferreira recebeu na meia esquerda e chutou colocado, tirando do goleiro. A bola bateu na trave e saiu pela linha de fundo, aos 24’. 

Já aos 26’, o time da serra respondeu em escanteio, com a bola colocada na segunda trave. Bruno Ré subiu e desviou de cabeça, por sobre a meta. 

Mais duas alterações: Rafinha e Guilherme Azevedo nos lugares de Vanderson e Luiz Fernando. 

Com 36 minutos de bola rolando, em uma grande jogada individual, Ferreira passou pela marcação e chutou tirando do goleiro, mandando no canto esquerdo, ampliando o marcador na Arena.

A última substituição foi providenciada, com Lucas Silva no lugar de Thiago Santos, na reta final da partida.

Aos 43′, Guilherme Azevedo fez ainda uma grande jogada e finalizou, obrigando Marcelo Pitol a fazer uma grande defesa.

Com o resultado, o Tricolor enfrenta o Internacional nas finais do Gauchão. O primeiro jogo já ocorre no domingo, 16 de maio.

Publicidade

Compartilhe essa notícia
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.