Gravataí já aplicou mais de 7,3 mil doses da vacina contra a gripe – oreporter.net – Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Vacinação -Foto: Arquivo/oreporter

Gravataí já aplicou mais de 7,3 mil doses da vacina contra a gripe

Secretaria da Saúde lembra que vacina pode ser administrada simultaneamente a outros imunizantes do Calendário Nacional de Vacinação

Gravataí – Iniciada na última semana, a campanha de vacinação contra a gripe para grupos prioritários já registra ao menos 7.372 doses aplicadas em Gravataí. Com a conclusão da reforma do telhado da Unidade Básica de Saúde (UBS) São Judas Tadeu, todas as 30 unidades de saúde municipais são referência para a proteção contra o vírus da Influenza.

Publicidade
Publicidade

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) lembra que a vacina pode ser administrada simultaneamente a outros imunizantes do Calendário Nacional de Vacinação. Conforme o Ministério da Saúde, Gravataí possui uma população-alvo de 103.097 pessoas. Nesse grupo, estão incluídas gestantes, puérperas, crianças, idosos e povos indígenas vivendo em terras indígenas. Até o momento, a cobertura vacinal desse público está em 9,09%. Em números absolutos, a cidade gravataiense é o 4º município que mais vacinou a população prioritária, embora seja a 6ª mais populosa. 

Publicidade

A campanha ocorre entre 25 de março de 31 de maio, quando as ações de imunização serão intensificadas nas unidades de saúde. O Dia D da Vacinação, quando todas as unidades de saúde deverão abrir e mobilizar as atividades para que a população seja imunizada, será no dia 13 de abril. 

Além da imunização nas unidades de saúde, a SMS está com ações também nas escolas municipais, a fim de atualizar a caderneta de vacinação de crianças e adolescentes. Nos locais, também está sendo ofertada a vacina contra a gripe para os grupos prioritários, como professores.

Publicidade

A antecipação da campanha – no ano passado, por exemplo, ela teve início no meio de abril – ocorre em virtude do aumento da circulação de vírus respiratórios. O esquema vacinal é em dose única, a não ser para as crianças que nunca fizeram essa vacina, devendo receber duas doses com intervalo de 30 dias.

Influenza

A influenza é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório, de elevada transmissibilidade e distribuição global e com tendência a se disseminar facilmente em epidemias sazonais. A transmissão ocorre principalmente de pessoa para pessoa, por meio de gotículas respiratórias produzidas por tosse, espirros ou fala da pessoa infectada para outro indivíduo.

Entre os principais sintomas, estão o aparecimento súbito de febre, dor de cabeça, dores musculares, tosse, dor de garganta e fadiga. O objetivo da campanha é reduzir as complicações, as internações e a mortalidade em decorrência da doença, principalmente da população mais suscetível ao vírus.

Grupos prioritários

Confira abaixo os grupos prioritários para receber a vacina, conforme recomendação do Ministério da Saúde:

  • Crianças a partir dos seis meses a menores de seis anos de idade; 
  • Gestantes; 
  • Puérperas;
  • Trabalhadores de saúde; 
  • Professores de todos os níveis; 
  • Povos indígenas; 
  • Populações Quilombolas;
  • Idosos com 60 anos ou mais de idade; 
  • Pessoas com deficiência permanente; 
  • Pessoas em situação de rua;
  • Profissionais das forças de segurança e salvamento; 
  • Profissionais das Forças Armadas; 
  • Pessoas com doenças crônicas e não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, independentemente da idade;
  • Caminhoneiros;
  • Trabalhadores do transporte coletivo rodoviário para passageiros urbanos e de longo curso;
  • Trabalhadores portuários; 
  • População privada de liberdade e funcionários do sistema de privação de liberdade, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas.
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.