Gravataí apresenta o anteprojeto da Economia Criativa para empreendedores - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
A apresentação ocorreu de forma on-line - Foto: Franciele Oliveira/PMG

Gravataí apresenta o anteprojeto da Economia Criativa para empreendedores

Anteprojeto visa incluir Gravataí no mapa global da inovação

Publicidade

Gravataí – A Prefeitura de Gravataí, por meio da Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia (SMICT), apresentou, na última sexta-feira (10), o anteprojeto para a Economia Criativa – Gravataí, do Programa Inova RS, aos representantes dos setores de empreendimento da economia criativa, de consumo, cultural e mídias e tecnologia.

Publicidade

O esboço, já apresentado aos representantes do Legislativo Municipal em agosto, visa incluir o Rio Grande do Sul no mapa global da inovação por meio da construção de parcerias estratégicas entre a sociedade civil organizada, academia, setor empresarial e governo, ou seja, a quádrupla hélice, sendo Gravataí um dos municípios que participam do Programa Inova RS.

Publicidade

Na oportunidade, a secretária de Inovação, Selma Fraga, pôde ouvir os representantes dos setores que trouxeram exemplos de cidades bem-sucedidas na área, como o trabalho desenvolvido por Jorge Melguizo, em Medellín, e o Centro Cultural Vila Flores, em Porto Alegre.

A secretária enfatizou a importância das contribuições dos representantes dos setores de Economia Criativa nesse processo para o desenvolvimento social e econômico de Gravataí. O secretário da Cultura, Esportes e Lazer (SMCEL), Leandro Ferreira, colocou-se disposição para contribuir com a SMICT e com o Programa Inova RS no fomento desse cenário de cultura e esporte.

Publicidade

Participaram da reunião, o gerente da Acigra, Rafael Stumpf, o secretário Leandro Soares Ferreira e representantes da Secretaria Municipal da Cultura, Esporte e Lazer e dos Conselhos de Cultura, além do representante do Sindilojas Gravataí Rodrigo Silva.

Conheça os princípios norteadores da Política Municipal de Incentivo à Economia Criativa:
I – diversidade cultural;
II – sustentabilidade socioeconômica e socioambiental;
III – inovação criativa;
IV – inclusão social;

V – desenvolvimento sustentável;
VI – melhoria da gestão de resíduos.

error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.