Gravataí alcança sua melhor nota na educação básica - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Prefeito comemora resultado - Foto: Divulgação

Gravataí alcança sua melhor nota na educação básica

Desde 2013, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) já aumentou em quase dois pontos, chegando em 5,7 em 2019

Gravataí – Resultado de um governo que investe na educação, Gravataí conseguiu, mais uma vez, aumentar a sua nota no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), chegando a 5,7. O reconhecimento, referente ao ano de 2019, é baseado nos dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) Anísio Teixeira. O Ideb, medido a cada dois anos, é o principal indicador da qualidade do ensino básico no Brasil.

Publicidade

“Eu sempre reforço que o maior legado que o nosso governo quer deixar é uma educação de qualidade. Receber essa notícia é a confirmação de um trabalho transparente, com dedicação e voltado para a população. Cuidar das crianças é cuidar do futuro de nossa cidade e nós fazemos de tudo para oferecer um ensino de qualidade”, afirmou o prefeito Marco Alba. Ele ainda ressaltou que o município sempre agiu de acordo com a Lei, investido os 25% do orçamento nessa área.

Marco ainda parabenizou os professores e todos os profissionais da educação no município. “Estamos quase atingindo o patamar de ensino dos países desenvolvidos, que têm nota 6. Isso se dá, também, pelo empenho das professoras, professores, equipes de pedagogia, monitores e todos que dedicam suas vidas ao ensino. Nós destinamos as verbas, investimos na educação, mas são eles que traduzem isso para a linguagem escolar”.

Em 2019, Gravataí investiu cerca de 235 de milhões de reais na educação. Nesse valor estão incluídos o kit de material escolar, que é distribuído para todos alunos desde o ano passado e os uniformes desde 2014, que beneficiam os quase 30 mil alunos da rede municipal. “Estamos dando todas as ferramentas para que as crianças sejam tratadas de forma igualitária. Desde o transporte, até a merenda escolar e um local com estrutura de segurança completa, com os gradis, a patrulha escolar e câmeras”, lembrou o prefeito.

Publicidade

Para a secretária de Educação Sonia Oliveira, a conquista é motivo de comemoração. “Ver o desempenho educacional de Gravataí aumentando nos dá um sentimento de dever cumprido. Nosso trabalho é voltado para a comunidade escolar e esse resultado nós vemos refletido nas crianças. Desde o início do nosso governo já crescemos 1,6 pontos no Ideb, alcançando os 5,7”. Dentre as escolas, a que teve a maior nota foi a Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Idelcy Silveira, com 7,1.

O Ideb

Criado em 2007, pelo Inep, o índice é formulado para medir a qualidade do aprendizado nacional e estabelecer metas para a melhoria do ensino. O cálculo é feito a partir de dois elementos:

1 – Taxa de rendimento escolar (aprovação/reprovação, distorção idade/série);

2 – Médias de desempenho nos exames aplicados pelo Inep (avaliações do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb).

As metas estabelecidas pelo Ideb são diferenciadas para cada escola e rede de ensino, com o objetivo de alcançar 6 pontos até 2022, média correspondente ao sistema educacional dos países desenvolvidos.

Sistema Aprende Brasil

Em 2014, Gravataí adotou o Sistema de Ensino Aprende Brasil, da Editora Aprende Brasil, uma empresa do Grupo Positivo, para alunos de 1º ao 5º ano. Trata-se de uma solução completa de educação que reúne livros didáticos integrados, assessoria pedagógica, plataforma de aprendizagem, sistemas de avaliação e gestão.

“Antigamente os alunos precisavam devolver os livros que eles recebiam das escolas. Hoje, com esse Sistema, cada criança recebe um conjunto de quatro exemplares que é seu. Ela pode utilizar da melhor forma para o seu aprendizado, com a orientação de uma professora ou professor capacitado”, ressaltou a secretária. Os professores, além do material pedagógico a que têm acesso, recebem ainda formações continuadas e suportes direto nas escolas, em sala de aula, com assessores especiais da Sistema de Ensino da Editora Aprende Brasil, uma empresa do Grupo Positivo

O “Aprende Brasil” permite que os alunos da rede municipal tenham uma educação de qualidade, com mais igualdade. “Estamos criando cidadãos com uma perspectiva de futuro. Unificamos o currículo de todas as escolas que abraçaram essa nova proposta de ensino. Estamos andando de acordo com os pressupostos da Base Nacional Comum Curricular (BNCC)”, afirmou Sonia.

Publicidade
Compartilhe essa notícia
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.