Corsan anuncia melhorias no abastecimento de água em Cachoeirinha - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
A reunião ocorreu na última quinta-feira (14) na sede da Corsan - Foto: Fernando Planella/PMC

Corsan anuncia melhorias no abastecimento de água em Cachoeirinha

A companhia informou que até março se iniciará a segunda parte da construção de uma nova adutora e também se encontra em estudo a perfuração de um novo poço na cidade

Cachoeirinha – A segunda parte de uma nova adutora de água tratada para atender a Zona Norte de Cachoeirinha, cuja primeira parte está concluída, já está licitada e deve iniciar até março deste ano, com investimento de R$ 5,5 milhões. Ao final, o empreendimento vai interligar a Estação de Tratamento de Água (ETA) ao centro de reservação Vista Alegre, agilizando e reforçando a recuperação do sistema. Também se encontra em estudo a perfuração de um novo poço na cidade.

Publicidade

A confirmação foi feita durante encontro do diretor-presidente da Corsan, Roberto Barbuti, com o prefeito de Cachoeirinha, Miki Breier, no gabinete na sede da empresa, em Porto Alegre, na última quinta-feira (14). Além da conclusão da obra, o presidente da Companhia lembrou que está em licitação a modernização da ETA, por meio da instalação de lamelas, o que vai aumentar a capacidade de tratamento de água. “Cachoeirinha tem um problema histórico com relação a falta de água. Este é um problema que não pode continuar e a conclusão da adutora é fundamental neste processo”, destacou Miki.

Investimentos

Os diretores de Operações, André Finamor, e de Expansão, Julio Hofer, apresentaram as principais iniciativas em andamento e planejadas para o município. Conforme o presidente Barbuti, as ações previstas para Cachoeirinha estão inseridas no novo contexto da Companhia. “Superar os desafios é uma constante expressa em nosso novo slogan, que é ‘Evoluir nos define’. A Corsan está se posicionando para executar soluções menos paliativas e mais estruturantes”, informou.

Publicidade

O prefeito destacou a importância do Fundo Municipal de Gestão Compartilhada (FMGC), pelo qual parte da arrecadação tarifária local é revertida para investimentos no município. “O FMGC tem sido muito positivo e nos permitiu avançar bastante no combate aos alagamentos”, apontou, ao destacar a Parceria Público-Privada (PPP) que vai universalizar o esgotamento sanitário na Região Metropolitana.

Na área do esgoto, foi informado que as redes da bacia do arroio Passinhos devem ser finalizadas até abril deste ano e que a ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Freeway está em andamento e deve ser concluída até 2022, num investimento de R$ 34 milhões. Também presentes os superintendentes de Relações Institucionais, Samanta Takimi, e da Regional Metropolitana, André Borges, e pela prefeitura o chefe de Gabinete, Nilo Moraes.

Publicidade
Compartilhe essa notícia
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.