Condutas na prefeitura são criticadas e Líder do Governo concorda – oreporter.net – Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Mano do Parque - Foto: TV Câmara/Reprodução

Condutas na prefeitura são criticadas e Líder do Governo concorda

Otoniel Gomes defendeu na Sessão desta terça-feira (12) que vereadores não podem ser impedidos de fiscalizar a prefeitura

Cachoeirinha – Os vereadores Mano do Parque e David Almansa, da oposição, e Paulinho da Farmácia, da base governista, criticaram na Sessão da Câmara desta terça-feira (12) condutas em secretarias e na UPA 24 Horas que estariam indo contra a principal função dos parlamentares: fiscalizar o governo. Sem citar a secretaria, Mano contou que foi até o órgão e que um servidor concursado o atendeu no lugar de um cargo em comissão que costumava recebê-lo. “Ele me chamou em um canto e me disse que estava proibido de receber minhas demandas.”

Publicidade

Conforme Mano, o servidor ainda disse que a proibição também valia para os outros oposicionistas, David Almansa e Deoclécio Mello. “O jogo sujo da política já acontece, mas agora, quando chega perto da eleição, ele se aflora um pouco mais”, salientou. O parlamentar também relatou que há cerca de 15 dias, moradores que eram atendidos no antigo CRAS Hebert de Souza, o procuraram para pedir ajuda para que ele fosse reativado. “Fizeram um abaixo assinado e foram a uma determinada secretaria e tiveram a petulância de dizer que eu mandei fechar o CRAS. Eu nem sabia que tinha esse poder”.

Publicidade

David Almansa também reclamou, mas de pedidos de informações, feitos em abril do ano passado, não respondidos. “É uma tentativa de obstrução do trabalho de fiscalização do vereador. Eu fiz uma representação no Ministério Público. Vão ter que responder”, disse.

Já Paulinho da Farmácia criticou o diretor da UPA 24 Horas, Luis Boric. “O Boric veio hoje com sarro para esse vereador. Eu não sou amigo dele. Eu só quero que ele vá trabalhar e cumpra seu trabalho. Muitas pessoas estão procurando a UPA e ele não está lá. Quando foi para bater na nossa porta para pedir ajuda para voltar para UPA, onde ninguém queria ele lá, nós ajudamos, pedimos ao prefeito que desse uma chance. Não venha ele fazer cara de paisagem para mim. A população nos colocou aqui para fiscalizar. Eu só estou fazendo o meu trabalho. Ele que faça o dele”, destacou.

Publicidade

Líder do Governo concorda com críticas

O Líder do Governo, Otoniel Gomes, concordou com os parlamentares frisando que uma das principais funções dos vereadores é fiscalizar o Executivo. “Quando o Mano fala da proibição de um vereador ir até uma secretaria fiscalizar, isso é inadmissível”, salientou. Otoniel argumentou que não teria sentido um vereador ser eleito se não pode cumprir com o seu papel de fiscalizador. “Quando um vereador é proibido tem alguma coisa errada. A gente tem que fazer o nosso papel e dar a resposta. Até porque quem votou, votou confiante no trabalho … eu tenho certeza que o Mauro [Vargas, secretário de Governo] também não concorda [com proibições]. Tem que liberar. Se não está liberado, tem alguma coisa errada. A gente precisa respeitar o trabalho do vereador.”

error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.