Centro do Idoso promove entrega de cartas a pacientes - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
As cartas são entregue para os internos - Foto: Divulgação / PGM

Centro do Idoso promove entrega de cartas a pacientes

Projeto surgiu como alternativa para amenizar a saudade causada pelo distanciamento social

Gravataí – A pandemia do Coronavírus afetou diretamente a rotina de atendimento dos serviços de saúde de Gravataí. Os idosos, faixa etária pertencente ao grupo de risco, são orientados a seguir protocolos ainda mais rígidos. Diante disto, o Centro de Atenção à Saúde do Idoso está realizando o projeto “Cartas que levam esperança”, com intuito de assegurar o amparo e atenção deste grupo, mantendo os protocolos de distanciamento e garantindo a segurança à saúde dos pacientes.

Publicidade

Com o desafio de reinventar formas e dispositivos de trabalho para manter a qualidade no atendimento, o projeto “Cartas que levam esperança” está entregando cartas aos idosos acolhidos pelo atendimento do Centro do Idoso. Embora alguma parcela dessas pessoas esteja sendo atendida de forma presencial ou através do teleatendimento, nem todos têm acesso e dispositivos que permitam o atendimento virtual. Neste sentido, a iniciativa surge como resgate de uma forma de comunicação anterior à era digital, amplamente utilizada pelos idosos. “Palavras podem estreitar vínculos, trazer à tona memórias, afetos, pertencimento e amenizar a saudade em um momento onde o contato físico é limitado”, destacou o coordenador do Centro do Idoso, Tiago Giorgi.

O serviço especializado de atenção à saúde dos idosos é oferecido pela Prefeitura de Gravataí, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS). A equipe do Centro do Idoso, coordenada pelo psicólogo Tiago Giorgi, que conta também com a fisioterapeuta Josione Carpes, os médicos Roman Orzechowsi e Marcia Pastorini, a assistente social Raquel Dell’ Osbel e a Terapeuta Ocupacional Viviane Ströher, deixa a sugestão durante este momento de distanciamento social: Que tal escrever uma carta para seus pais, seus avós ou outros idosos de quem você está sentindo saudade?

Publicidade

Compartilhe essa notícia
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.