Cachoeirinha terá auxílio emergencial para cultura e esporte - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Ildo Júnior - Foto: Divulgação

Cachoeirinha terá auxílio emergencial para cultura e esporte

Projeto começou a tramitar na Câmara de Vereadores e pagamento pode ser feito esse ano ainda

Cachoeirinha – Começou a tramitar na Câmara de Vereadores de Cachoeirinha o projeto de lei prevento o pagamento de auxílio emergencial para artistas e trabalhadores da área da cultura e profissionais de educação física. Poderão ser beneficiados até 131 artistas e demais pessoas que atuam na área da cultura e até 20 na área do esporte. O pagamento será de R$ 800,00 feito em parcela única.

Segundo o secretário de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo, Ildo Júnior, o projeto já vinha sendo elaborado pela titular da pasta que o antecedeu, Sueme Pompeo de Mattos, hoje na Câmara como vereadora. “Eu dei continuidade e agora pretendo conversar com os vereadores para que eles possam fazer com que a aprovação ocorra logo porque queremos fazer o pagamento ainda esse ano”.

Publicidade

Todos os interessados deverão se inscrever no programa, até mesmo quem já foi beneficiado na área cultural com o auxílio da Lei Aldir Blanc. Uma comissão será a responsável pela seleção dos inscritos e quem já recebeu outro tipo de auxílio, seja Municipal, Estadual ou Federal, também poderá se candidatar. A prioridade, contudo, será para quem ainda não obteve nenhum tipo de auxílio. Os profissionais de educação física deverão estar inscritos no Conselho Regional de Educação Física.

Todo o detalhamento do programa será publicado assim que a lei for aprovada pela Câmara e promulgada pelo prefeito. O auxílio para a área da cultura faz uma homenagem ao tradicionalista Telmo de Lima Freitas e do esporte ao ex-presidente do Cruzeiro, Dirceu de Castro. Ambos faleceram esse ano.

Publicidade

O secretário da Cultura destaca que o programa foi criado com recursos próprios da prefeitura. São R$ 105 mil para a cultura e R$ 35 mil para o esporte. “A pandemia atingiu todos os setores e os artistas e trabalhadores da cultura foram os que mais sofreram. O que vamos fazer é amenizar um pouco as dificuldades que muitos ainda estão passando mesmo com a retomada das atividades”, destaca.

error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.