Cachoeirinha tem quase um caso novo de Covid-19 por hora - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Hospital de Campanha tem sido alvo de fake news e notícias distorcidas - Foto: Arquivo

Cachoeirinha tem quase um caso novo de Covid-19 por hora

Nas últimas 24 horas, foram registrados 23 casos. Aumento no número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus chega a 160% em apenas 18 dias de junho na comparação com todo o mês de maio

Cachoeirinha – A curva do número de casos de Covid-19 em Cachoeirinha continua crescendo significativamente e em apenas 24 horas foram registrados 23 novos contagiados. Na comparação com todo o mês de maio, quando foram registrados 59 casos, o crescimento em apenas 18 dias de junho, quando foram positivados 153 pacientes, é de 160%. Em abril, conforme dados do Vigilância Epidemiológica, foram registrados os primeiros contagiados, totalizando 17 testes positivos.

Publicidade

Dos 229 casos já contabilizados na cidade, 135 são considerados recuperados, representando 59%. O percentual caiu muito, já que há poucos dias ele chegou a ficar acima dos 80%. Com o início do inverno no próximo sábado, a previsão de especialistas na área da saúde, é que a curva continue ascendente podendo ocorrer o pico da doença no final de junho.

O prefeito Miki Breier, durante live transmitida pelo Facebook na manhã desta quinta-feira (18), revelou que o hospital de campanha no Ginásio da Fátima tem três pacientes internados, um a menos que no dia anterior. A estrutura receberá nesta quinta o primeiro paciente de outro município. Ele virá de Novo Hamburgo, onde o sistema de saúde já colapsou e não dá conta de atender a demanda.

Cachoeirinha tem 63 leitos, sendo oito de UTIs. Miki explicou que a utilização dos leitos é regulada pelo Estado. “Assim como pessoas de Cachoeirinha usam hospitais de outras cidades, quem é de fora também vai usar a nossa estrutura. Quem regula isso é o Estado. Hoje, temos um paciente internado em Sapucaia do Sul”, disse.

Publicidade

O prefeito destacou ainda que a Prefeitura não terá prejuízo com o hospital. A cidade foi contemplada com cerca de R$ 1,5 milhão de emendas parlamentares direcionadas para a Saúde e outros R$ 2,5 milhões serão repassados pelo Ministério da Saúde. Há ainda um pagamento de R$ 46 mil por leito, segundo informou Miki, sem entrar em detalhes.

O secretário da Saúde, Dyego Matielo, explicou à reportagem, que o valor é por leito de UTI levando em conta dois critérios: implantação do leito e o uso efetivo dele para tratamento de pacientes com Covid. Então, são R$ 46 mil pela implantação, totalizando R$ 368 mil. Já pelo uso há uma promessa de pagamento de até R$ 46 mil calculado com base no número de dias utilizados em cada UTI. A Prefeitura investiu entre R$ 3 e 4 milhões na montagem da estrutura e tem um gasto mensal de manutenção, conforme o prefeito revelou dias atrás, de R$ 252 mil.

Publicidade
Compartilhe essa notícia
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.