Cachoeirinha tem primeiro caso da nova variante da Covid-19 - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Foto: National Institute of Allergy and Infectious Diseases

Cachoeirinha tem primeiro caso da nova variante da Covid-19

Rio Grande do Sul já tem nove casos confirmados da subvariante BQ.1 da ômicron

A equipe de vigilância genômica do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs) da Secretaria da Saúde detectou oito novos casos da subvariante BQ.1 no Estado. Os casos foram identificados em amostras coletadas nas duas últimas semanas de outubro e nas duas primeiras de novembro em Porto Alegre (5) e Santa Maria (3), elevando para nove o total no Rio Grande do Sul.

Publicidade
Publicidade

Em Porto Alegre, todos os novos casos foram detectados pela equipe do Hospital Moinhos de Vento. Dois pacientes são do município e os demais de Canoas, Cachoeirinha e Alvorada. Os outros três casos foram detectados pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

Publicidade

Sublinhagem da variante ômicron, a BQ.1 tem mostrado elevada capacidade de transmissão comparada às outras sublinhagens do coronavírus circulando atualmente no Brasil e tem sido relacionada a novas ondas de casos de covid-19 em diversos países da Europa, China e América do Norte. Não há, no entanto, evidências de que possa causar uma doença mais severa.

A principal preocupação é com o número de gaúchos com a vacinação contra a covid-19 em atraso. Nesta quarta-feira (16), mais de 3 milhões de pessoas ainda não tomaram a primeira dose de reforço contra a covid-19, equivalente à terceira dose, segundo o painel de Acompanhamento Vacinal da Secretaria da Saúde. Outros 2,2 milhões não foram vacinados com a segunda dose de reforço (quarta dose).

Publicidade

“Assim como vem sendo observado em outras regiões, espera-se que tenhamos um aumento de novos casos de covid-19 no Rio Grande do Sul em virtude da chegada e disseminação desta nova variante”, disse Richard Steiner Salvato, coordenador da Vigilância Genômica no Cevs. De acordo com ele, a situação que vivenciamos hoje com diminuição das hospitalizações e óbitos, só é possível pela vacinação da maior parte da população. “Mas para que a vacinação continue a ser eficaz, é necessário que o esquema vacinal esteja completo, com a terceira e a quarta dose da vacina”, afirmou.

Na última sexta-feira (11), o Comitê Científico de Apoio ao Enfrentamento a Pandemia Covid-19 emitiu Nota Técnica com alerta e recomendações à população, com o reforço do uso de máscaras, da vacinação e a ampliação da testagem. A Nota Técnica também ressalta que, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), as vacinas atuais contra covid-19 devem seguir protegendo contra a doença e suas formas mais graves provocadas pela infecção por novas variantes.

Cuidados

Diante da detecção no Estado da nova variante BQ.1 e da possibilidade da sua disseminação, gerando o aumento de novos casos da covid-19, a Secretaria da Saúde faz as seguintes recomendações:

• Atualização do status vacinal da população não vacinada ou com esquema vacinal incompleto para sua faixa etária;

• Utilização de máscara:

  • indivíduos imunocomprometidos, idosos e com comorbidades, em locais fechados ou pouco ventilados com grande concentração de pessoas, por serem mais suscetíveis a desenvolver casos graves quando infectados por coronavírus;
  • indivíduos sintomáticos respiratórios para evitar a transmissão do quadro clínico;
  • contactantes domiciliares assintomáticos de casos confirmados de covid-19;
  • indivíduos, principalmente aqueles com maior vulnerabilidade, que apresentarem sintomas compatíveis com síndrome gripal deverão procurar assistência médica para confirmação diagnóstica e monitoramento;

• Pessoas confirmadas com covid-19 devem se manter afastadas por um período máximo de sete dias, se feito novamente exame no quinto dia e o resultado for negativo, podem retornar ao convívio;

• Intensificar a testagem, por meio do teste rápido de antígeno, dos casos suspeitos de covid-19.

Publicidade
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.