Alças de acesso à freeway em Cachoeirinha serão liberadas nesta segunda - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
Acesso em Cachoeirinha foi liberado na segunda - Foto: Divulgação

Alças de acesso à freeway em Cachoeirinha serão liberadas nesta segunda

Antiga reivindicação da cidade se tornou realidade depois da nova concessão da rodovia

A CCR ViaSul concluiu todas as obras dos novos acessos localizados na Freeway. Serão liberados ao tráfego, nesta segunda-feira (15), os acessos localizados no km 4 (Osório), km 62 (Glorinha) e km 83 (Cachoeirinha).

Publicidade

No início deste mês, a Concessionária já havia liberado o fluxo nos acessos dos kms 32 e 80, em Santo Antônio da Patrulha e Gravataí, respectivamente.

A partir de agora, todos esses locais contarão com acessos nos dois sentidos da rodovia, o que permitirá dar mais fluidez ao tráfego.

Foram cinco novos acessos implantados pela CCR ViaSul na Freeway: em Osório (km 4,8), Santo Antônio da Patrulha (km 32,1), Gravataí (kms 62,6 e 80) e Cachoeirinha (km 83,6). Todas essas ações iniciaram em meados de 2020.

Publicidade

Passarelas liberadas na BR-101

Outros dispositivos que também serão liberados para utilização serão as passarelas, implantadas pela CCR ViaSul nos kms 4 e 6 (Torres) e do km 45 (Terra de Areia), na BR-101.

A implantação dos dispositivos visa garantir a preservação da vida dos pedestres que moram e trabalham nas cidades próximas à rodovia, proporcionando o máximo de segurança durante a travessia pela passarela.

Até o final do 3º ano da concessão a Concessionária deverá concluir a instalação de outras três passarelas, uma em Torres (km 9,2) e em Maquiné (km 62,1), na BR-101, e outra em Osório (km 62,1), na Freeway.

As passarelas contarão com tela de proteção no trecho de travessia sobre a pista para evitar que quaisquer resíduos sejam atirados na pista. As calçadas e passeios que dão acesso à rampa seguirão todas as exigências que garantem acessibilidade às pessoas com deficiência. Sistemas de drenagem também serão instalados em todas as entradas e saídas das rampas.

Todas as obras seguem o cronograma do Programa de Exploração da Rodovia (PER) do Contrato de Concessão Federal e são fiscalizadas pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), órgão regulador.

Publicidade

Compartilhe essa notícia
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.