Aberta oficialmente a 33ª Feira do Livro de Gravataí - oreporter.net - Notícias de Cachoeirinha e Gravataí
A abertura da feira do livro ocorreu nesta segunda - Foto: Giulliano Pacheco/PMG

Aberta oficialmente a 33ª Feira do Livro de Gravataí

Gravataí – O maior evento cultural da cidade foi oficialmente aberto pelo prefeito Marco Alba nesta segunda-feira (18). A 33ª Feira do Livro de Gravataí, que acontece na Praça da Bíblia (em frente à Prefeitura), segue até o dia 24 de novembro e é uma realização da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria da Cultura, Esporte e Lazer (SMCEL).

Na presença do patrão da 33ª edição da Feira, Zé Victor Castiel, e do e homenageado, Sirmar Antunes, o chefe do Executivo ressaltou a importância da feira e da literatura como forma de perpetuar valores que fazem parte da construção da história. “Parabéns a todos os envolvidos pelo esforço e trabalho na realização deste evento que é não só para a comunidade literária e cultural da cidade, mas para toda a população”, disse o prefeito.

Zé Victor Castiel lembrou da parceria junto do homenageado Sirmar Antunes. “Trabalhamos juntos na Casa das Sete Mulheres”, fazendo referência a minissérie exibida pela Rede Globo de Televisão. “Aqui em Gravataí estive diversas vezes trazendo minhas peças de teatro. É uma alegria tremenda estar nesta praça cheia de livros. Por uma cidade com mais livros e menos aplicativos de celular”, disse o patrono.

Sirmar Antunes, homenageado, também ator, contou que já morou em Gravataí. “Vivi aqui durante 13 anos. Diz a lenda, que quem bebe da água do Forno nunca sairá de Gravataí. E quem, por acaso, for embora, sempre retorna. Por isso estou aqui hoje, novamente, nesta terra que tenho um grande carinho. Obrigado por esta importante homenagem”, disse Sirmar.

Leis de incentivo e iniciativa privada

A secretária Municipal da Cultura, Esporte e Lazer, Fernanda Fraga, contou um pouco sobre como foi a escolha do tema e do patrono da Feira do Livro de Gravataí. “Estamos, a cada ano, trabalhando esta incrível interface da literatura com os segmentos culturais. No ano passado foi a música, este ano é a importância e a influência da literatura no mundo das artes cênicas. O Zé Victor Castiel tem uma trajetória e uma influência incrível no teatro gaúcho, o que está totalmente ligado com a temática do nosso evento”. Fernanda ainda destacou que esta é a 7ª feira sob sua gerência em Gravataí. “Não é fácil fazer cultura nesse país. Em Gravataí fomos resistentes e buscamos soluções para manter as atividades culturais na cidade, através das leis de incentivo e a iniciativa privada, pois acreditamos na importância da arte e da cultura na construção da cidadania”, disse a secretária, emocionada.

Após a solenidade de abertura, o jornalista Túlio Milman conduziu um bate-papo com o patrono Zé Victor Castiel, fazendo todas as perguntas que o público gostaria de saber sobre a trajetória e carreira do ator gaúcho. 

O Patrono

Com mais de 30 anos de carreira, Zé Victor Castiel nasceu em Porto Alegre e faz sucesso no teatro, televisão, cinema e nos livros. Entre seus trabalhos mais famosos estão: “Homens de Perto”, no teatro; “A Casa das Sete Mulheres”, na televisão; o livro “A morte do Clóvis & outras historinhas do teatro gaúcho” e “O Quatrilho”, no cinema.

Compartilhe essa notícia
error: Não autorizamos cópia do nosso conteúdo. Se você gostou, pode compartilhar nas redes sociais.